Sintesi denunciou Abrigo São Francisco de Assis ao MP

Em oficio encaminhado ao Ministério Público Estadual pela a direção do Sintesi, nesta quarta-feira, dia 12, a entidade denunciou ao órgão, que a Associação das Senhoras de Caridade, instituição responsável pelo Abrigo São Francisco de Assis, resolveu terceirizar a gestão, entregando para a pessoa do Sr. David Guimarães dos Santos Silva. Esse fato causou mudanças drásticas para a assistência aos idosos e aos direitos dos trabalhadores.

Conforme os dirigentes sindicais, os cuidados com os idosos pioraram devido as más condições de trabalho imposta aos funcionários por Guimarães, “ele retirou diversos adicionais salariais que compõem o salário dos trabalhadores, tais como: triênio, insalubridade e produtividade, que representa uma média redução de 30% dos vencimentos integrais dos 33 trabalhadores do abrigo, entre eles, estão técnicos em enfermagem, higienização, copa, cozinha, manutenção, lavanderia e porteiros, além disso, sua relação com os funcionários édesrespeitosa e grosseira. ”, afirmam.


Comentários