Papa encontra líder xiita no Iraque, que fala em paz aos cristãos em momento histórico

Papa encontra líder xiita no Iraque, que fala em paz aos cristãos em momento histórico

No segundo dia de sua visita ao Iraque, neste sábado (6), o Papa Francisco voou antes de o sol nascer para a cidade sagrada de Najaf, onde entrou em um beco estreito para realizar um encontro histórico com o principal clérigo muçulmano xiita do Iraque, o grande aiatolá Ali Al-Sistani.

O episódio é simbólico não só porque é a primeira vez que um líder da Igreja Católica visita a nação de maioria muçulmana, mas porque um papa e um clérigo xiita sênior nunca tinham se reunido antes.

O compromisso é considerado uma tentativa de fortalecer o diálogo entre a Igreja Católica e o Islã. Em sua visita, Francisco procurou dar apoio aos cristãos no país de maioria xiita, exortou os líderes iraquianos a proteger todos os direitos das minorias e enviou uma mensagem de que ele próprio está de volta ao cenário global depois de um ano sem sair do Vaticano por causa da pandemia.

Ao final da conversa entre os líderes, que durou cerca de 1 hora e foi realizada a portas fechadas, Al-Sistani declarou seu compromisso com a paz e a segurança dos cristãos no país, onde eles devem viver como todos os iraquianos, “em paz e coexistência”.

Mais de 95% dos iraquianos são muçulmanos, enquanto apenas 1% se identifica com as diferentes vertentes do cristianismo.

(mais…)

CF 2021 aborda “diálogo que nosso tempo necessita”

A abertura simbólica e virtual da quinta edição da Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE), uma realização da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), aconteceu nesta Quarta-feira de Cinzas, 17 de fevereiro.

O lançamento virtual foi uma escolha das entidades promotoras da Campanha como forma de prevenção da Covid-19.  Como constava na programação, às 10h houve a divulgação de um vídeo, por meio das redes sociais da CNBB, com pronunciamentos de representantes das Igrejas que compõem o Conic. Também houve a apresentação da mensagem do Papa Francisco sobre a CFE e a quaresma.

No vídeo, dom Joel Portella Amado (secretário-geral da CNBB) acolheu e saudou a todos e, especialmente, a memória dos mais de duzentos e trinta mil irmãos e irmãs que o coronavírus levou de nosso convívio. “A esses e essas, nossa saudade e nosso compromisso por lutarmos até onde for possível para que essa pandemia encontre o seu término e sejamos capazes de construir um mundo eminentemente marcado pela fraternidade”, disse dom Joel.

Dom Joel enfatizou, no vídeo, que esta Campanha da Fraternidade traz consigo um significado que não podemos perder, que não podemos deixar morrer, sufocar, abafar. “Perplexas pela pandemia, as Igrejas que compõem o CONIC, Conselho Nacional de Igrejas Cristãs, e algumas Igrejas observadoras uniram-se e identificaram no tema do diálogo a mensagem que nosso tempo necessita”, disse.

Segundo o bispo, é triste ver que nosso tempo vem apresentando a marca das radicalizações, das polarizações, com o desrespeito às pessoas, em especial as mais simples, as mais fragilizadas. “Nosso tempo necessita que radicalizemos a fraternidade e a comunhão, a solidariedade e a partilha”.

O que é o diálogo?

Ainda, em seu depoimento, dom Joel afirmou que não se trata, por certo, de querer que todos pensem do mesmo modo, pois Deus não nos criou clones. “Trata-se, porém, de perceber que a diferença é convite ao encontro, encontro que se faz exatamente através do diálogo”.

É por isso, de acordo com ele, que a Campanha da Fraternidade desse ano, Campanha da Fraternidade Ecumênica, tem como tema não um ou outro aspecto da realidade humana, social, religiosa, econômica ou política.

O secretário-geral da CNBB também afirmou que a fé nos ensina de onde vem a divisão. “Ela nos mostra quem é o divisor. Ao contrário, como nos diz a carta aos Efésios, o Senhor Jesus Cristo uniu, formou um único povo, ainda que as diferenças permaneçam. A Campanha da Fraternidade Ecumênica desse ano nos recorda, a partir da Carta aos Efésios, que Cristo derrubou os muros, ou seja, as razões que o pecado faz surgir para a separação”, disse.

Dom Joel pediu para que não nos esqueçamos de que o tema do diálogo se encontra em linha de continuidade com a Campanha da Fraternidade de 2020. “Ano passado, nós fomos convidados a encontrar caminhos para superar a indiferença e construir relações baseadas no cuidado. E essa construção se dá exatamente por meio do diálogo, da busca em comum, envolvendo partilha de ideias, escuta e discernimento”. Fonte CNBB.


Morre o bispo dom Pedro Casaldáliga

Morre o bispo Dom Pedro Casaldáliga, aos 92 anos - CartaCapitalAos 93 anos, faleceu na manhã deste sábado, 8 de agosto, o Bispo emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia (MT), dom Pedro Casaldáliga. Dom Pedro, que foi um defensor dos direitos humanos e dos mais pobres, estava internado em um hospital de Batatais (SP) com insuficiência respiratória e agravamento do Parkinson.

O velório acontecerá em três locais: neste sábado, 8 de agosto, a partir das 15 horas, na capela do Centro Universitário de Batatais. A missa de exéquias será celebrada, em Batatais, neste domingo, 9 de agosto, às 15 horas, na mesma capela.

Na segunda-feira, 10 de agosto, o corpo segue para Ribeirão Cascalheira (MT), onde será velado no Santuário dos Mártires, ainda sem previsão de horário de chegada do corpo.

O sepultamento será em São Félix do Araguaia (MT), após o corpo velado no Centro Comunitário Tia Irene. A data ainda não foi divulgada.

A missa das exéquias será aberta ao público e também será transmitida pelo YouTube no link https://youtu.be/spto8rbKye0. O link estará aberto para que outros veículos de comunicação possam retransmitir.

Biografia

Dom Pedro Casaldáliga nasceu em Balsareny, na província de Barcelona, na Espanha, no dia 16 de fevereiro de 1928. Ingressou na Congregação Claretiana (Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria) em 1943, sendo ordenado sacerdote em Montjuïc, Barcelona, no dia 31 de maio de 1952. Depois de ordenado, foi professor de um colégio claretiano em Barbastro, assessor dos Cursilhos de Cristandade e diretor da Revista Iris.

Em 1968, mudou-se para o Brasil para fundar uma missão claretiana no Estado do Mato Grosso, uma região com um alto grau de analfabetismo, marginalização social e concentração fundiária (latifúndios), onde eram comuns os assassinatos.

Foi nomeado administrador apostólico da prelazia de São Félix do Araguaia (MT) no dia 27 de abril de 1970. O Papa Paulo VI o nomeou bispo prelado de São Félix do Araguaia no dia 27 de agosto de 1971. Sua ordenação episcopal deu-se a 23 de outubro de 1971, pelas mãos de Dom Fernando Gomes dos Santos, Arcebispo de Goiânia, de Dom Tomás Balduíno, OP, e Dom Juvenal Roriz, CSSR.

Sua atividade como bispo teve as seguintes características:

Evangelização, vinculada à promoção humana e à defesa dos direitos humanos dos mais pobres;

Criação de comunidades eclesiais de base com líderes que sejam fermento entre os pobres;

Encarnação na vida, nas lutas e esperanças do povo;

Estrutura participativa e corresponsável na diocese.

Como bispo adotou como lema para sua atividade pastoral: Nada possuir, nada carregar, nada pedir, nada calar e, sobretudo, nada matar. É poeta, autor de várias obras sobre antropologia, sociologia e ecologia.

Na década de 1970, ajudou a fundar o Conselho Indigenista Missionário (Cimi). Dom Pedro foi alvo de inúmeras ameaças de morte. A mais grave, em 12 de outubro de 1976, ocorreu em Ribeirão Cascalheira (Mato Grosso). Ao ser informado que duas mulheres estavam sendo torturadas na delegacia local, dirigiu-se até lá acompanhado do padre jesuíta João Bosco Penido Burnier. Após forte discussão com os policiais, o padre Burnier ameaçou denunciá-los às autoridades, sendo então agredido e, em seguida, alvejado com um tiro na nuca. Naquele lugar foi erguida uma igreja.

No ano 2000, foi agraciado com o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade Estadual de Campinas. Em 13 de setembro de 2012, recebeu honraria idêntica da Pontifícia Universidade Católica de Goiás. em 2014, foi agraciado com o título de Doutor Honoris Causa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP.

Dom Pedro, que sofria do mal de Parkinson, apresentou sua renúncia à Prelazia, conforme o Can. 401 §1 do Código de Direito Canônico, em 2005. No dia 2 de fevereiro de 2005, o Papa João Paulo II aceitou sua renúncia ao governo pastoral de São Félix. Dom Pedro Casaldáliga, o primeiro prelado de São Félix, foi sucedido por Dom Frei Leonardo Ulrich Steiner OFM.


Morre Dom Ceslau Stanula, bispo emérito de Itabuna

dom ceslau bispoO bispo emérito de Itabuna, Dom Ceslau Stanula, faleceu às 23h desta quinta-feira (14), após ser internado em estado grave na quarta-feira da semana passada, no Hospital Jorge Valente, em Salvador. O bispo emérito da Diocese de Itabuna havia testado positivo para chikungunya e negativo para o novo coronavírus.

Polonês, Dom Ceslau esteve à frente da Diocese de Itabuna de outubro de 1997 a março de 2017, quando renunciou ao bispado e teve o pedido aceito pelo Papa Francisco, que nomeou como substituto Dom Carlos Alberto Santos.

Devido aos protocolos em casos suspeitos de covid-19, o corpo de Dom Ceslau será sepultado no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador, nesta quinta (15), às 15h.(do Pimenta)

OBS. O Editor desde blog(Tempo Presente)teve a oportunidade  de dialogar com Dom Ceslau sobre as ações pastorais da Diocese de Itabuna e participar de diversas reuniões e encontros da Igreja  logo após sua chegada a Itabuna no final da década de 1990. Sua sinceridade  na tomada de  decisões era sempre com fé e responsabilidade.    Muito dedicado  a sua amissão, era um grande entusiasta da comunicação, com uma capacidade de  manuseio dos instrumento tecnológicos em uma época que metade do mundo ainda era analógico. Descanse em paz Dom Ceslau!


Missa da Paróquia de Itaju do Colônia será via redes sociais

Resultado de imagem para pe. luis de itaju do coloniaA paróquia de Santo Antônio localizada no município de Itaju do Colônia no Sul da Bahia, a 100km de Itabuna celebrará a missa do 4º domingo da quaresma via rede social.

A iniciativa é devido as recomendações das autoridades públicas de não poder ser realizado eventos com mais 30  pessoas para prevenir do coronavírus(covid-19).

De acordo o pároco Pe. Luiz Alves a missa acontecerá às 18h deste domingo, dia 23, via Facebook. Os fies são convidados a participar acessando o face  Pe. Luiz.


Papa pede esperança para a América Latina

Resultado de imagem para papa missa do galoO papa Francisco pediu hoje (25) esperança “para todo o continente americano, onde várias nações passam por período de agitação social e política” e incentivo ao “povo venezuelano, há muito afetado por tensões”.

Durante a tradicional mensagem de Natal, apresentada da varanda da Basílica de São Pedro, o papa falou dos conflitos no mundo e lembrou as “trevas” nos corações humanos, nos relacionamentos pessoais e familiares, e nos conflitos econômicos, geopolíticos e ecológicos.
Ele desejou coragem ao povo venezuelano, há muito afetado por tensões políticas e sociais, para que receba a ajuda que precisa. Pediu que sejam abençoados “os esforços de todos aqueles que ajudam a favorecer a justiça e a reconciliação e se empenham em superar as várias crises e as inúmeras formas de pobreza que ofendem a dignidade de cada pessoa.

(mais…)


Milhares de fiéis participam de celebração em homenagem a Santa Dulce em Salvador

fieis-celebracao-santa-dulce_201910201622741De A tarde.

Foi grande a movimentação de fiéis dentro e fora da Arena Fonte Nova para o evento de celebração pela Canonização da Santa Dulce dos Pobres, que acontece neste domingo, 20. Em um calor de mais de 30 graus, milhares de católicos se protegem do sol com bonés, toalhas e chapéus, enquanto participam das homenagens à Santa.

A programação musical, que teve início por volta das 12h30 com a apresentação da Banda Missão Paráclito, teve continuidade com o Ministério Agnes, a Banda Recomeçar, a cantora Patrícia Ribeiro e as Irmãs da Congregação da Imaculada Conceição.

Às 15h, o espetáculo ‘Império do Amor’ iniciou sua participação com a atuação de 600 crianças do Centro Educacional Santo Antônio, contando a trajetória de vida e das obras de Irmã Dulce. No palco, a cantora baiana Margareth Menezes fez uma participação no espetáculo teatral, entoando uma canção em homenagem à Santa baiana.

Os cantores Tuca Fernandes, Waldonys e Saulo Fernandes, além do Padre Antônio Maria, deram continuidade à programação musical. Um momento de grande emoção foi a participação de Claudia Cristiane Santos Araújo, com seu filho, e Maurício Moreira, que receberam os milagres da Santa Dulce, reconhecidos pelo Vaticano.

Após as procissões de Santo Antônio e do Senhor do Bonfim, foi iniciada a Missa Solene, presidida por dom Murilo Krieger, arcebispo da capital baiana.


Canonização de Irmã Dulce reconhece trabalho social

 Irmã DulceNa primeira quinzena de agosto deste ano, a professora aposentada Miralva Tito Moreno Oliveira, 74 anos, preparava-se para um procedimento cirúrgico no Hospital da Bahia, em Salvador, para retirada de cálculos que podiam chegar ao ureter, quando o médico a informou que não seria mais necessária a operação.

“Dona Miralva, a senhora não tem a pedra mais”, disse o urologista conforme relato da paciente à reportagem. De acordo com o exame pré-operatório feito no hospital, o cálculo não estavam lá. Miralva Oliveira temia dor e desconforto se as pedras chegassem e crescessem no ureter. O risco havia sido detectado por um exame de ultrassom e confirmado por ressonância magnética.

A paciente mostrou, então, ao médico o santinho impresso da beata Irmã Dulce, que ela mantinha sobre o abdome, pedindo intercessão de Irma Dulce, a futura Santa Dulce dos Pobres. Emocionada, Miralva Oliveira descreve ter recebido “uma graça” do “Anjo Bom da Bahia” que foi canonizada hoje (13) pelo papa Francisco na Praça São Pedro, no Vaticano; e se tornou a primeira santa brasileira. A celebração litúrgica reuniu cerca de 50 mil pessoas.

A ex-paciente comemora a canonização da religiosa, “uma santa brasileira e baiana! A gente só pode ter orgulho de louvar a Deus”, diz Miralva. (Agencia Brasil)


Igreja Teosópolis de Itabuna empossa Geraldo Meireles pastor presidente

geraldo mA Igreja Batista Teosópolis, de Itabuna, no sul da Bahia, realizará no próximo sábado (12), culto de posse do pastor Geraldo Santos Meireles como titular do seu Ministério Pastoral. A cerimônia ocorrerá às 19h30min, no templo da igreja, situado na Avenida Felix Mendonça,75, Bairro da Conceição, em Itabuna.

O pastor, que vinha atuando interinamente há seis meses, foi eleito por 94% dos membros da igreja após um período de 40 dias de orações. Meireles, agora, assumirá a titularidade da Igreja Batista Teosópolis, uma das mais tradicionais do sul da Bahia.

Ele é formado em Teologia pelo Seminário Teológico Batista Grapiunense-STBG, instituição depois integrada ao Seminário Teológico Batista do Nordeste-STBN, onde é professor das disciplinas Teologia do Novo Testamento e Gestão Eclesiástica. É também formado em Administração de Empresas pela UESC e pós-graduado com MBA em Gestão Empresarial. Meireles é servidor público federal vinculado à Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira – CEPLAC, empresa da Administração Direta do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, onde trabalha há 35 anos. Atualmente é Diretor do Serviço de Registro de Pessoas.

(mais…)


Show da banda Colo de Deus abrirá a festa de São Miguel em Itacaré

Resultado de imagem para Show da banda Colo de Deus abrirá a festa de São Miguel em ItacaréA Paróquia de São Miguel Arcanjo, em Itacaré, estará comemorando de 20 a 29 de setembro a festa em louvor ao padroeiro da cidade, que esse ano tem como tema central “Batizados e Enviados, a Igreja em Missão no Mundo”. Os festejos em louvor a São Miguel Arcanjo vai contar com novenário, missas, alvorada, procissão e bênção do Santíssimo Sacramento, além de shows de artistas regionais todas as noites. Ainda haverão bingos, bazar e uma série de atividades. A festa conta com o apoio da Prefeitura de Itacaré.
E uma das novidades desse ano será a abertura dos festejos, no dia 20 de setembro, com o show do grupo Comunidade Colo de Deus, um dos maiores nomes da música católica do Brasil. O show acontecerá na Praça São Miguel, logo após a primeira novena da preparação para a festa do padroeiro.
O grupo Comunidade Colo de Deus tem como objetivo fazer de Jesus conhecido e adorado entre todas as nações. “Nossa missão é gestar uma humanidade adoradora na essência mas evangelizadora, missionária, em sua natureza. Uma comunidade que não se contenta com o passado mas que enxerga o futuro como um dom e investe tempo e fôlego para fazer com que ele chegue em forma de dom. Queremos ser inspiração para esta geração”, definiram os integrantes do grupo.
De acordo com a programação, do dia 20 ao dia 28, acontecerá o tradicional novenário, com celebrações todos os dias a partir das 19 horas, na igreja matriz, dedicadas a diversas comunidades, órgãos públicos e profissionais de várias categorias. E após cada novena tem a programação cultural, com shows de artistas regionais, apresentação de corais, bingos e muitas brincadeiras e louvores.
No dia 29, consagrado ao padroeiro São Miguel Arcanjo, os festejos começam às 5 horas da manhã com a tradicional alvorada pelas ruas da cidade, seguindo às 7 horas da manhã com a celebração da missa das intenções. Às 9h30min será a vez da missa solene celebrada pelo bispo Dom Mauro Montagnolli e o Padre Ednaldo Cardoso, seguindo com procissão. E a partir do meio dia acontecerá o almoço no quiosque, na praça São Miguel, com musica ao vivo.