Morre Júlio Oliveira, secretário de Turismo de Cairu

Secretário de turismo de Cairu morre em decorrência da Covid-19 | Bahia | G1

Júlio Oliveira, secretário de Turismo de Cairu, no baixo-sul da Bahia, faleceu na tarde deste domingo (13), cerca de 30 dias depois de confirmada infecção pelo novo coronavírus (Covid-19). Júlio, que também foi secretário de Turismo de Itacaré até o ano passado, estava internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Itabuna, para onde foi transferido depois de agravamento do quadro de saúde.

Júlio deixa esposa e três filhos. Há pouco, a Prefeitura de Cairu emitiu nota de pesar lamentando a perda. “Fica o agradecimento da prefeitura pelo competente trabalho”, diz a nota, que presta “solidariedade à família em luto”.

Nascido em Valença, também no baixo-sul, Júlio Oliveira formou-se em Turismo. Na área pública, em 1996, foi diretor de Agricultura e Meio Ambiente de Valença, até assumir a Secretaria de Indústria, Comércio, turismo e Cultura de Valença. O profissional também foi consultor da Associação dos Municípios do Baixo Sul da Bahia, onde coordenou a Câmara Técnica de Turismo de 2015 a 2010.(Pimenta)


Coelba doa refrigeradores científicos para armazenamento de vacina

Portal de Serviços da Coelba - Coelba inicia entrega de refrigeradores para  vacinas na Bahia

A Coelba ampliou a doação de refrigeradores científicos para armazenamento de vacinas a todos as cidades da Bahia atendidas pela empresa. A distribuidora entregou, de março a abril, os equipamentos para 296 municípios baianos com Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) até 0,61.  Nos próximos meses, serão entregues mais 116 refrigeradores às cidades que não tinham sido contempladas na primeira fase da doação.

A iniciativa faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) regulado pela Agência Nacional de Eficiência Energética (Aneel). “O objetivo da ação, além de apoiar os municípios mais vulneráveis durante a crise na saúde, foi reduzir o consumo de energia e de doar refrigeradores apropriados para armazenar vacinas e medicamentos em vez dos modelos de uso doméstico, o que não é recomendado”, explica Ana Christina Mascarenhas, Gerente de Eficiência Energética da Coelba/Neoenergia.

Os refrigeradores científicos têm temperatura programável e constante entre 2°C e 8°C, além de alarmes para avisar em caso de interrupção de energia e baterias recarregáveis para suprir o frio em caso de eventual intercorrência, com autonomia de até 12 horas. Os equipamentos também possuem sensores e um sistema de alarme remoto a distância, que realiza chamadas telefônicas se houver uma queda de temperatura ou a bateria estiver em um nível baixo.

As câmaras de conservação são de fabricação nacional e têm capacidade de 280 litros, suficientes para armazenar cerca de 18 mil doses de 0,5 ml.

Em uma estratégia criada para evitar o desperdício de energia com o aumento da carga, a Cosern continuará recebendo dois refrigeradores ou freezers inadequados para vacinas, a cada novo equipamento entregue.

“A ideia surgiu pela lógica de que, se os municípios comprassem os refrigeradores apropriados sem ajuda das distribuidoras, eles não fariam uma troca e sim acrescentariam mais carga ao sistema elétrico”, complementa Ana Mascarenhas.

Para contribuir com o consumo mais eficiente de energia pela população das cidades beneficiadas, outra ação integrada ao projeto é a entrega de lâmpadas de LED para postos de saúde, hospitais e consumidores residenciais de baixa renda. Esse modelo permite uma economia de até 40%.

Sobre a Coelba 

A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), empresa do Grupo Neoenergia, é a terceira maior distribuidora de energia elétrica do país em número de clientes e a sexta em volume de energia fornecida, sendo a maior do Norte-Nordeste. Presente em 415 dos 417 municípios baianos, a Coelba tem uma área de concessão de 563 mil quilômetros quadrados, com mais de 6 milhões de clientes (mais de 15 milhões de habitantes). 


Itabuna conta com a 1. Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem

O lançamento virtual da primeira Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem de Itabuna, aconteceu nesta quarta-feira, 10, com a participação de representantes da Federação das Associações Comerciais da Bahia, Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB), Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem Empresarial (CBMAE), Sebrae-Bahia, OAB-Seccional Itabuna, empresários e autoridades locais. O serviço de resolução de conflitos extrajudiciais já está disponível na sede da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI) e pode ser requisitado através dos canais oficiais da instituição.

O coordenador nacional da CBMAE, Eduardo Vieira, explicou sobre o funcionamento da Câmara de Mediação e Arbitragem

O coordenador nacional da (CBMAE), Eduardo Vieira, que também é superintendente da CACB, apresentou detalhes sobre o procedimento, ressaltando que a mediação é o método que dá às partes envolvidas a oportunidade para chegar a um acordo, facilitando as relações entre as partes. Já na arbitragem, as partes envolvidas são auxiliadas por um ou mais árbitros, cujo papel é encontrar uma solução que beneficie os dois lados, baseado no consenso e na flexibilidade.

Tendo como base o trabalho realizado pela CBMAE, Eduardo explica que através da mediação, em 80% dos casos, uma disputa pode ser resolvida, em média, em 30 dias. Já no caso de uma arbitragem, o tempo médio é de 12 meses. “Se pegarmos a equação tempo, mais custos, desgaste emocional e oportunidades veremos o quão vantajoso é optar pelos métodos extrajudiciais de solução de conflitos”, afirma.

A coordenadora da Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem de Itabuna, a advogada Wandressa Souza, explica que todos os procedimentos estão sendo feitos de forma virtual, em função da pandemia. “O empresário poderá entrar em contato com os canais oficiais da entidade (acei.org.br ou (73) 3613-1171), para a realização de um requerimento, contando o problema e as partes envolvidas para que ambos sejam convidados por uma equipe capacitada da Câmara a passar por uma mediação, quando for algo mais simples, ou no caso de uma arbitragem, em questões mais complexa”.

Fortalecimento econômico

O serviço já é aplicado em todo o Brasil e é pioneiro no Estado da Bahia, com a supervisão da CBMAE. Para o presidente da ACI, Sérgio Velanes, o serviço chega a Itabuna como uma oportunidade para fortalecer os negócios locais. “Vamos oferecer um belíssimo serviço à nossa região, para as coisas se desenvolverem mais rápido e melhorarmos o ambiente da nossa cidade”, avaliou o empresário.

O presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais da Bahia (Faceb), Clóves Cedraz, parabenizou a iniciativa e ressaltou o estímulo que a entidade estadual tem dado para o funcionamento de câmaras como a de Itabuna. “Continuamos cumprindo nosso papel de fazer com que as associações comerciais ofereçam serviços que diminuam a dificuldade de empreender no Brasil”, disse.

Representando o prefeito e o secretário de Indústria e Comércio de Itabuna, o advogado Othon Dantas classificou a Câmara como um avanço para Itabuna e colocou a Prefeitura à disposição para auxiliar na execução do serviço. “É algo que deve ser levado ao conhecimento de toda a população para que possamos olhar com outros olhos a resolução de conflitos”, afirmou.


Governo anuncia pagamento de quinta parcela do Vale-alimentação Estudantil

O Vale-alimentação Estudantil do Governo do Estado vai retornar neste mês de março. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (8), pelo governador Rui Costa, em suas redes sociais. “Dia 15 de março, vamos iniciar o ensino remoto em toda a rede estadual. Estamos programando o auxílio-alimentação de R$ 55 para cada aluno da rede”, afirmou o governador. O saque da quinta parcela do benefício será realizado com o mesmo cartão que já vem sendo utilizado pelos estudantes.

Cerca 800 mil estudantes que estavam regularmente matriculados e com frequência registrada nas escolas estaduais vão receber o vale-alimentação. Nesta quinta parcela serão destinados mais R$ 44 milhões, totalizando um investimento de R$ 220 milhões de recursos próprios do Governo do Estado.


SineBahia promove série de atividades dedicadas ao público feminino

O Dia Internacional da Mulher, 8 de março, será celebrado na Rede SineBahia com uma programação especial de cursos, oficinas, palestras e lives temáticas direcionadas ao público feminino. As atividades são resultado de uma parceria entre Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) e União Brasileira de Mulheres (UBM). 

O projeto denominado “Março Mulher – É possível Autonomia Sem Emprego?” acontece a partir da segunda semana de março e, em função da pandemia da Covid-19, todas as ações serão realizadas on-line. 

Palestras e cursos – Com inscrições abertas até o dia 05 de março, através do formulário eletrônico bit.ly/sinebahiaqualifica ou no site da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (setre.ba.gov.br), os cursos são: Excel, Língua Inglesa, Telemarketing, Office, Técnica de Vendas, Oratória, Atendimento ao Público e Libras. As aulas acontecem de segunda a sexta, das 9h às 12h ou de 13h às 16h, na plataforma Google Meet. 

As palestras, por sua vez, ocorrem às quartas-feiras, dias 10, 17, 24 e 31 de março, das 09 às 12h, na mesma plataforma digital, com os temas Orientação para o Trabalho, A Empregabilidade de Mulheres, Motivação no Universo Feminino e Redes de Atendimento para Mulheres em Situação de Violência. 

Lives temáticas – No dia 8 de março, às 18h, acontece a abertura oficial da programação, com a live Mulher e Mercado de Trabalho no Contexto da Pandemia, transmitida pelo Instagram do SineBahia. Participam da atividade o secretário Davidson Magalhães; a secretária de Políticas para as Mulheres, Julieta Palmeira e o superintendente de Desenvolvimento para o Trabalho, Marcelo Gavião. 

As transmissões ao vivo seguem sempre às segundas-feiras, no mesmo horário, às 18h, com os temas Violência contra a Mulher – Relacionamento Abusivo, no dia 15; Mulheres, Tecnologia e Desenvolvimento Industrial, no dia 22; e O Contexto da Mulher Preta no Mercado de Trabalho, no dia 29. 


CUT regional é contra privatização da Emasa

Em nota, dirigente da Central Única dos Trabalhadores, a CUT Regional do Sul da Bahia, defende posição contraria a venda da Emasa e outras empresas públicas , confira:

Em Itabuna, a CUT Regional articulada com as demais centrais sindicais e os movimentos sociais, planeja um grande debate na sociedade civil organizada sobre a água e o saneamento básico como serviços essenciais e estratégicos para o município.

O projeto do saneamento básico aprovado no congresso nacional e sancionado pelo presidente Bolsonaro entrega ao setor privado o controle do saneamento básico e da água. Essa área é vital para as populações mais carentes que certamente terão tarifas mais caras com a mesma estrutura de serviço já prestada pelo estado.

Queremos dizer ao povo de Itabuna que a água não pode ter dono, sob pena de nas grandes secas o povo carente ficar sem água, pois terá água quem tiver dinheiro.

A CUT, junto com todos movimentos sociais conversará com a população, esclarecendo o que vamos perder caso nossa Emasa seja vendida.


Ciclo de debates celebra dia nacional da luta dos povos indígenas

Indígenas de todo o Brasil chegam à Brasília para o Acampamento Terra Livre 2018.  Foto: Marcelo Camargo/ABr

Como parte das atividades programadas do projeto ITAHUIPE, a Companhia de teatro pedra e espinho promove no próximo dia 07 de fevereiro, no Espaço de Cultura da Aliança dos Artistas, ciclo de debates caboclo “índio” Marcelino, em celebração ao dia nacional da luta dos povos indígenas.

Distribuídos em plataformas streaming em audiovisual (instagram, youtube e facebook), o debate contará com a presença do mestre Marcelo Lins, Cacique Babau, Nádia Akawã, Luiz Guimarães (caboclo de Cobre) e da doutora em história pela UFRRJ- Ayalla Silva.

A magnitude desta discussão como parte da construção da pesquisa cênica, volta-se a uma síntese cultural que evidencia o resultado da união das matrizes indígena e africana de nação banta no período das ocupações da região cacaueira, demonstrando a riqueza cultural das comunidades indígenas locais, resgatando e salvaguardando a memória desses povos.

Para os idealizadores do espetáculo musical infanto-juvenil, ITAHUIPE: antes das pedras e espinhos, justifica-se pelo fato de perceber a necessidade de transpassar as agruras do preconceito e da desinformação presentes nos dias atuais.

A obra que visa atingir diretamente 3.000 pessoas por apresentação, tem apoio financeiro do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia -Funceb (Programa Aldir Blanc Bahia), via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.(Alana Rodrigues)


Adoção e abandono de animais domésticos aumentam durante a pandemia

Ter, em casa, a companhia de um animal doméstico pode representar, para muitos, uma forma de espantar a solidão que afeta boa parte da população em meio à pandemia e ao isolamento social dela decorrente. Essa tendência tem sido percebida nos últimos meses, segundo especialistas consultados pela Agência Brasil.

A adoção de um pet, no entanto, requer alguns cuidados. Principalmente para evitar uma outra tendência também percebida desde a chegada da covid-19: o aumento do número de animais abandonados – algo que poderia ser evitado caso a pessoa tivesse consciência das responsabilidades que existem por trás da adoção de um animal doméstico.

A influência da pandemia na relação das pessoas com seus pets foi percebida pelo Centro de Zoonoses do Distrito Federal, segundo o gerente de Vigilância Ambiental de Zonooses, Rodrigo Menna Barreto. De acordo com o médico veterinário, entre janeiro e setembro de 2020 o número de adoções de animais registrados pela Gerência de Vigilância Ambiental e Zoonoses (Gvaz) foi maior do que o dobro do registrado em todo o ano anterior, quando a pandemia não havia ainda chegado ao país.(Agencia Brasil)


Rede SAC comemora 25 anos com 215 milhões de atendimentos

sacNesta terça-feira (1), a Rede SAC, referência no serviço público na Bahia e no Brasil, comemora 25 anos de inauguração. De lá pra cá já foram realizados mais de 215 milhões de atendimentos, sendo 4,2 milhões com o SAC Móvel. Pioneiro nesse formato de atendimento ao público no país, do primeiro posto no bairro do Comércio, ao mais recente Ponto SAC, inaugurado em Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, já são 80 unidades no estado, considerando as três carretas do SAC Móvel.

Entre os serviços mais demandados pelas pessoas, a liderança fica com o Certificado de Antecedentes Criminais, com mais de 11 milhões, seguido de perto pela 2ª e demais vias do RG, que registram 9,1 milhões de solicitações. Em terceiro lugar aparece a pesquisa por vaga de emprego junto ao SineBahia, com 7,2 milhões.

sacQuanto aos 16 postos na capital e Região Metropolitana de Salvador (RMS), o que possui mais atendimentos computados durante esses 25 anos é o SAC Barra, com quase 22 milhões. Entre os 21 postos no interior e 40 Pontos SAC, a liderança no quesito quantidade de atendimentos é do SAC Feira I, que possui a marca de, aproximadamente, 10 milhões.

Um grande diferencial do SAC nos últimos anos é a expansão da rede, principalmente no interior. De 2007 a 2020, a rede passou de 25 unidades inauguradas para 80, um crescimento de 220%. Dessas 55 novas unidades em 13 anos, 40 foram os denominados Pontos SAC. De 2015 a setembro de 2020, foram inaugurados 23 deles. “São unidades mais compactas, situadas em municípios do interior, estruturadas para atender às demandas de populações que tinham dificuldade em conseguir documentos básicos de cidadania”, destaca o secretário da Administração, Edelvino Góes. A Rede SAC já está presente em 63 municípios da Bahia.


Moradores de Barreiras e Itabuna recebem doações da PM

Cestas básicas, máscaras, pães e sopas foram doados a moradores das cidades de Barreiras e Itabuna pelas 83ª Companhias Independentes da PM (CIPM) e da Polícia de Guarda (CIPGd), respectivamente, na terça-feira (11).

Em Barreiras, a 83ª CIPM, por meio do Projeto ‘Força Feminina’ – formado por policiais mulheres – distribuiu 15 cestas básicas para moradores do bairro de Santa Luzia. Os materiais foram arrecadados com o efetivo da unidade.

Já a CIPGd entregou, no Centro de Itabuna, 50 quentinhas (sopas com pães) para pessoas em situação de rua. Na oportunidade, os policiais também distribuíram máscaras à população. A doação faz parte do projeto “Guarda Solidária’ que promove ações sociais destinadas, em especial, ao público de maior vulnerabilidade.