Nota do SINDAE

NOTA PÚBLICA

“O SINDAE (Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente no Estado da Bahia) vem a público protestar pelo descumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho pela EMASA.

Há três anos os trabalhadores e trabalhadoras vêm sendo sistematicamente enrolados com a promessa de implantação do plano de cargos e salários e da assistência médica, que são garantias mínimas nas condições de trabalho.

Nos últimos meses as promessas de implantação do plano de cargos e da assistência médica vêm sendo renovadas semana após semana e a alegação da diretoria da Emasa é a falta de condição financeira. Porém, a ser verdade, em outubro a tarifa de água no município sofreu reajuste de 18%, capaz de gerar uma receita que garante o cumprimento dessas obrigações.

Outro fato lamentável é o constante atraso no pagamento dos salários, o que transtorna a vida e causa sofrimento e prejuízo aos trabalhadores que, mesmo lutando contra vários problemas, muito se esforçam para garantir um bom serviço à população. Por isso merecem um tratamento melhor da direção da empresa.

Também estamos cobrando da EMASA esclarecimento público sobre rumores de que pessoas ligadas à Construtora Odebrecht estariam circulando pela empresa, na tentativa de formar um contrato de Parceria Público-Privada. Se isso se confirmar, será a entrega dos serviços para uma empresa privada, configurando a privatização do saneamento em Itabuna, algo danoso para a sociedade. Onde o saneamento foi privatizado a população passou a pagar mais caro pelo serviço e sofreu com a queda na qualidade do serviço.

Parceria Público-Privada é privatização, não podemos aceitar.
SINDAE (30/10/2015)”


Comentários