Lideranças do PT condenam golpe contra presidenta Dilma

Lideranças do PT na Bahia e da região condenaram o Golpe contra a presidenta Dilma. O prefeito de Ibicarai e presidente da AMURC disse em sua página no Facebook que “uma presidenta honesta da república, eleita pela maioria dos brasileiros, foi obrigada a se afastar de suas funções sem ter cometido crime de responsabilidade”.

O ex-deputado e pré-candidato a prefeito de Itabuna Geraldo Simões afirmou no seu Facebook, o ato ser  “um golpe contra a presidenta Dilma, cometido pelo Congresso Nacional, com o apoio da mídia e da elite que não aceita as políticas públicas de inclusão social e milhões de brasileiros, e a inaceitável omissão do STF”.

Para o ex-deputado e ouvidor geral do Estado, Yulo Oiticica a ação do Senado foi “uma violação à soberania do povo brasileiro que elegeu Dilma Rousseff com mais de 54 milhões de votos”. E completou, “não vamos nos abater nesta luta em defesa da democracia, do desenvolvimento e da justiça social”.

Uma decisão por 55 votos a 22 na votação do Senado afastou a presidenta Dilma por até seis meses do cargo.


Comentários