Gestores municipais do Sul da Bahia conhecem ações para o desenvolvimento rural

antonio_anisio_sdr_uesc_15_02_2017Gestores municipais do Território Litoral Sul conheceram, nesta quarta-feira (15), as ações voltadas para o desenvolvimento rural do estado, que estão sendo executadas pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). O evento foi realizado no auditório da torre administrativa da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), em Ilhéus.

A iniciativa, que visa fortalecer a estratégia de interiorização dos serviços da secretaria, está sendo realizada nos 27 territórios de Identidade da Bahia. Um momento de diálogo, reflexão, ajustes e pactuações para discutir a organização, funcionamento e planejamento do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF) e do Serviço Municipal de Apoio à Agricultura Familiar (SEMAF).

Apoio à comercialização, regularização fundiária, segurança alimentar do rebanho, assistência técnica e extensão rural, Bahia Mais Forte Terra Legal, projeto de Mecanização Rural, edital do Bahia Produtiva, distribuição de mudas entre outras iniciativas que fazem parte do “cardápio” de ações que contribuem para o desenvolvimento rural dos municípios baianos, foram apresentadas pela equipe da SDR.litoral-sul-sdr

O secretário da SDR, Jerônimo Rodrigues, afirmou que até meado do mês de março a SDR apresentará suas principais políticas públicas em todos os territórios. “Queremos que os gestores de cada município baiano conheçam e absorvam nossos serviços e sejam nossos parceiros para levar mais melhorias para o estado, impactando na produção e renda dos produtores. Estamos apresentando nosso cardápio de serviços e eles faram a seleção dos que mais se adequam para o Litoral Sul”.

Rodrigues disse ainda que a intenção é fazer uma mobilização para um alinhamento das políticas de governo com as políticas municipais. “O Litoral Sul tem um grande potencial, temos o legado da Mata Atlântica, temos capacidade de prática de turismo, chocolate, madeira de valor e, hoje, a nossa expectativa é que com esse debate realizado com o território, consórcios, colegiados, associação e prefeitos, possamos traçar um calendário de agenda para realizar ações que tenham impacto na agricultura familiar, reforma agrária, quilombolas, indígenas, ribeirinhos”.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, declarou que a iniciativa da SDR fortalece a agricultura familiar. “Essa parceria promove nossas ações junto ao Governo do Estado, buscando alternativas para tornar a nossa região mais produtora”.

Para o prefeito de Itacaré, Antonio de Anizio, presidente da Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia (Amurc), que abrange 36 municípios do Território Litoral Sul, o encontro vai abrir novos rumos para a região. “Estamos vendo o êxodo da população dos pequenos municípios em direção às grandes cidades, devido a uma crise também na agricultura. Esse encontro vai abrir novos caminhos para que possamos fortalecer a nossa agricultura. Precisamos sair um pouco da monocultura do cacau e diversificar. Entendemos que esse é o caminho e tenho certeza que, com a SDR, conseguiremos resultados positivos”.

Estiveram presentes gestores públicos municipais e estaduais, Colegiados Territoriais, integrantes dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Sustentável (CMDS), instituições prestadoras de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) e movimentos ou entidades representativas da agricultura familiar.

A equipe da SDR foi composta pelo coordenador do Setaf Litoral Sul, Abiel Santos, a titular da Superintendência de Políticas Territoriais e Reforma Agrária (SUTRAG), Fernanda Silva, representantes da Superintendência Baiana de Assistencia Técnica e Extensão Rural (Bahiater), Marcos Vinicius, da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Anderson Frasciscone.


Comentários