Mercantil do Brasil conquista o bronze no XXI Prêmio ABT 2021

Mercantil do Brasil conquista o bronze no XXI Prêmio ABT 2021 -  OPROGRESSONET

Nesta quinta-feira, 4 de novembro, o Mercantil do Brasil (MB) conquistou o bronze no XXI Prêmio ABT 2021, a maior premiação em ‘Relacionamento com o Cliente’ do Brasil, que tem como propósito reconhecer e divulgar as melhores práticas de atendimento e relacionamento com o cliente. A empresa foi finalista com o case “E agora Mel?”.

A Mel é a assistente virtual do MB baseada em inteligência artificial, capaz de interagir com os clientes e demais interessados, auxiliando no fornecimento de informações sobre produtos e serviços. ‘’É um serviço completo e diferenciado, que busca oferecer todo o suporte e todas as informações desejadas e necessitadas pelo cliente. E essa comunicação acontece da maneira que o usuário achar melhor, seja por mensagem de texto, seja por mensagem de áudio. Um diferencial é que a Mel respeita o tempo do cliente, que pode interromper a comunicação devido a algum empecilho, e retornar quando achar melhor. A conversa não é encerrada’’, comenta a gerente de soluções externas do Mercantil do Brasil, Christiane Abreu.

A assistente virtual já atende mais de 70% dos pedidos dos clientes do banco atualmente. Desde o início da pandemia da COVID-19 as interações com a Mel aumentaram em 840%, totalizando 1,8 milhões de interações em 2020. Ela também foi responsável por direcionar ao call center as contratações de empréstimos, seguros e investimentos, o que possibilitou um crescimento de 51% nas contratações via canais digitais em 2020. Com isso, obteve crescimento de 616% na contratação de seguros e de 102% na contratação de crédito consignado INSS. Desde que a Mel passou a originar operações de empréstimos, já foram mais de 50 mil contratos efetivados, sendo que só no 1º Trimestre de 2021 foram originados quase 30 milhões em empréstimos pessoais e consignados.

(mais…)

Bolsa Presença injetará R$ 469 milhões na economia do estado até dezembro

Bolsa Presença injetará R$ 469 milhões na economia do estado até dezembro

O Programa Bolsa Presença, desenvolvido pelo Governo do Estado, deverá injetar R$ 469 milhões na economia baiana até o final de dezembro de 2021. O montante representa a transferência de renda para 421.308 famílias de 528.213 estudantes regularmente matriculados na rede estadual de ensino, com o objetivo de estimular a permanência do estudante na escola.

A iniciativa, que é uma das políticas de assistência estudantil do Programa Estado Solidário, destina R$ 150 por mês para famílias dos estudantes da rede estadual cadastradas no CadÚnico e em condições de pobreza e extrema pobreza. Nesta quarta-feira (27), a Secretaria da Educação do Estado (SEC) promoveu um encontro de avaliação do programa, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), com representantes dos Núcleos Estaduais de Educação (NTE).

O coordenador de Programas e Projetos Estratégicos da SEC, Marcius Gomes, ressaltou que esta ação é essencial para o compartilhamento das perspectivas e aperfeiçoamento das técnicas que envolvem o Bolsa Presença através de atividades práticas nas escolas. “A concessão do benefício está vinculada à assiduidade nas aulas ministradas pela unidade escolar em que o aluno esteja matriculado; à participação obrigatória dos estudantes nas avaliações de aprendizagem promovidas pela unidade escolar, visando orientar o acompanhamento pedagógico; e à manutenção dos dados cadastrais atualizados na unidade escolar e de sua família no CadÚnico. Então, é fundamental encontros como este para que as famílias e os estudantes sejam orientados e para que haja o acompanhamento destas práticas nas escolas”, afirmou.

(mais…)

Bahia Cacau lança chocolate diet 75%

Depois do sucesso dos chocolates em barras de 80g e 20g, com variados percentuais de teor de cacau, bombons de chocolate com frutas desidratadas e geleia de cacau, a Bahia Cacau, primeira fábrica de chocolate da agricultura familiar do país, lança sua nova aposta no mercado: o chocolate 75% de cacau diet.

Sem adição de açúcares, o chocolate é perfeito para consumidores que não podem ou não querem ingerir açúcar em sua alimentação, mas que não abrem mão do sabor e da qualidade, e também para os veganos. Na composição dos ingredientes, tem a massa e a manteiga de cacau, lecitina de girassol e o malditol em pó. O produto não tem lactose, glúten, conservantes, aromatizante e gordura trans.

A Bahia Cacau é gerida pela Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado e Adjacências (Coopfesba), e recebe apoio do Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva. São R$ 3 milhões de investimento direcionados para a melhoria da qualidade do cacau nas propriedades, aquisição de equipamentos para o processo de beneficiamento, a ampliação da produção e as estratégias de mercado.

O empreendimento foi criado no ano de 2010 e agrega valor ao sistema produtivo do cacau, além de contribuir na preservação da Mata Atlântica no Sul da Bahia e na elevação da renda dos agricultores familiares.

O diretor-presidente da Coopfesba, Osaná Crisóstomo, está otimista com o lançamento do novo produto e espera atingir novos mercados com o Bahia Cacau: “Estamos aproveitando esta retomada da economia para oferecer aos nossos clientes este lançamento, o chocolate 75% Diet que mantem o padrão de excelência e qualidade Bahia Cacau e atinge as pessoas que não pode usar açúcar em sua alimentação”.

Disponível em barra de 80g, o chocolate diet Bahia Cacau poder ser encontrado nos seguintes locais: Em Salvador e região metropolitana, nas lojas Cesol do Salvador Shopping e na loja In Nature, em Lauro de Freitas. Ou pela na loja virtual Escoaf. No interior do estado, em Ibicaraí, Arraial da D’Ajuda, Porto Seguro e Feira de Santana.

Benefícios 

O consumo moderado de chocolate oferece diferentes benefícios para a saúde, além de energia ao organismo. A nutricionista funcional, Queila Duque, fala sobre o chocolate 75% de cacau diet Bahia Cacau: “O chocolate diet é isento de açúcar, ou seja, uma pessoa com diabetes pode fazer uso desse chocolate e optar por uma sobremesa hipersaborosa e substitui uma sobremesa carregada de substâncias que são prejudicais a saúde. Quando o chocolate é 75% cacau significa dizer que o cacau, por si só, contém milhares de nutrientes e propriedades antioxidantes, que são capazes de impactar na nossa saúde cardiovascular. Recomendo o consumo de 30 gramas do chocolate por dia”.

Além de trazer uma sensação de bem-estar, o chocolate também é fonte de magnésio, cobre, ferro, manganês, além disso, possui potássio, zinco e selênio, que são substâncias antioxidantes, que favorecem o sistema imunológico e estão presentes nesse tipo de chocolate, que ajuda a acelerar o metabolismo e a diminuir a resistência a insulina.


Emirados Árabes querem atrair empresas alimentícias brasileiras

Da Agência Brasil

Com uma terra majoritariamente composta por deserto, com pouca água e pouca terra cultivável, os Emirados Árabes Unidos têm uma preocupação especial com sua segurança alimentar. Mais de 80% dos alimentos consumidos no país são importados.

Segundo a ministra de Mudanças Climáticas e Meio Ambiente dos Emirados Árabes, Mariam Almheiri, o Brasil, cuja principal pauta exportadora para a nação árabe são alimentos (em especial carne de frango), é um parceiro importante para garantir que não falte comida para o país.

Mas os Emirados Árabes não vêem o Brasil apenas como um exportador de gêneros alimentícios. Durante abertura de encontro de empresários das duas nações, hoje (3) em Dubai, a ministra destacou que seu país pode ser atrativo para empresas brasileiras que queiram aí se estabelecer, devido à qualidade da infraestrutura de transportes e a proximidade com grandes mercados consumidores no Oriente Médio, Norte da África e subcontinente indiano.

Ela citou a BRF como exemplo de empresa brasileira que estabeleceu uma planta industrial nos Emirados. “Produtores de alimentos brasileiros que queiram se estabelecer nos Emirados Árabes podem se beneficiar de leis recém-criadas que permitem 100% de propriedade estrangeira na produção de trigo, milho, cevada, legumes e cana-de-açúcar, alimentos básicos de que o país precisa”, disse a ministra.

Agrotecnologia

Mariam Almheiri também explicou que os Emirados Árabes têm interesse nas tecnologias agrícolas brasileiras. Segundo o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, que também participou do encontro em Dubai, a ministrou interesse pelo trabalho desenvolvido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.

“Nós desenvolvemos uma tecnologia que transformou o cerrado brasileiro, uma terra que ninguém achava que ia produzir algo, no maior celeiro do Brasil hoje. Isso é o que a gente pode exportar para outros países. É onde a ministra gostaria que houvesse esse trabalho. Com a tecnologia que nós desenvolvemos, com o plantio direto, o não uso de determinados tipos de fertilizantes e sem danificar a terra, hoje no cerrado, em alguns lugares, conseguimos ter três safras por ano exatamente por causa dessa tecnologia. Nas nossas conversas com outros países, temos sido sempre enfáticos nessa questão, que estamos prontos para auxiliar e difundir isso aí”, disse.


Fatura de energia com até 36% de desconto

Você sabia que pode pagar a sua fatura de energia com até 36% de desconto e sem sair de casa? A iniciativa é mais uma possibilidade oferecida pela Neoenergia Coelba aos seus clientes para ficarem em dia com a distribuidora. Os consumidores cadastrados na Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) e que possuem ao menos uma conta de energia em aberto podem ter acesso aos benefícios e facilidades oferecidas pelo Saldão Baixa Renda.

A distribuidora tem a expectativa de atingir os mais de 1,6 milhão de clientes cadastrados na TSEE em toda a Bahia. Além dos descontos de até 36%, os consumidores podem parcelar os seus débitos em até 18x. Com a iniciativa, os baianos terão mais uma facilidade no pagamento de sua fatura de energia, aumentando a flexibilidade e praticidade do serviço.

Visando ampliar o acesso às ofertas para a maior quantidade de clientes, a distribuidora expandiu os meios para a realização da negociação, que pode ser feita através do site da Neoenergia Coelba (www.neoenergiacoelba.com.br) e do WhatsApp (71 3370-6350). Para saber os canais disponíveis, basta acessar o site da distribuidora e clicar no banner da campanha. O que é Tarifa SocialA Tarifa Social de Energia Elétrica é um benefício que concede descontos de até 65% na conta de luz aos clientes classificados com baixa renda. Para ter direito, a unidade consumidora residencial precisa ter a família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. É necessário possuir o Número de Identificação Social – NIS, e ter renda familiar mensal por pessoa menor ou igual a meio salário-mínimo nacional, independentemente de possuir ou não o benefício do Bolsa Família.Desde 2020, a Neoenergia passou a adotar uma estratégia inovadora e realiza o cadastro de forma proativa, aumentando a base de clientes inscritos na Tarifa Social em 15%. Para aqueles que ainda não possuem o benefício, é possível conferir os requisitos e documentações no site da distribuidora e fazer o cadastro tanto através da agência virtual quanto pelo WhatsApp. Os dados serão confirmados no banco de dados do Governo Federal e, depois, o prazo para o credenciamento no programa é de cinco dias úteis, com o início do benefício na fatura seguinte.
Sobre a Neoenergia Coelba – A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia, empresa da Neoenergia, é a terceira maior distribuidora de energia elétrica do país em número de clientes e a sexta em volume de energia fornecida, sendo a maior do Norte-Nordeste. Presente em 415 dos 417 municípios baianos, a Neoenergia Coelba tem uma área de concessão de 563 mil quilômetros quadrados, com mais de 6 milhões de clientes (mais de 15 milhões de habitantes). 
(mais…)

Governo inaugura Centro Público de Economia Solidária em Porto Seguro

Governo inaugura Centro Público de Economia Solidária em Porto Seguro –  RADAR

Neste sábado (11), o Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), inaugura o Centro Público de Economia Solidária (Cesol) Costa do Descobrimento e Extremo Sul. Na oportunidade, uma loja para comercialização de produtos de 88 empreendimentos econômicos solidários, de 21 municípios baianos, entrará em funcionamento. O ato solene está previsto para acontecer, às 18h, na Avenida Portugal, n.º 224, Centro, em Porto Seguro.  

Aproximadamente 1.500 famílias serão beneficiadas diretamente pela instalação do Cesol na região. O espaço multifuncional tem como meta oferecer ações de assessoria técnica, apoio à comercialização e comunicação, microcrédito assistido, qualificação e distribuição de insumos e equipamento para grupos, associações e cooperativas do território da Costa do Descobrimento e do extremo sul baiano. Os empreendimentos beneficiados serão inseridos em redes de comercialização, em mercados convencionais e nas lojas fomentadas e apoiadas pelo Cesol. 

Os municípios contemplados com a assistência técnica do novo Cesol são: Belmonte, Eunápolis, Guaratinga, Itabela, Itagimirim, Itapebi, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Alcobaça, Caravelas, Ibirapoã, Itamaraju, Itanhém, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Prado, Teixeira de Freitas e Vereda. A gestão do espaço será realizada pela organização social Associação Beneficente Josué de Castro. 

O Cesol é um equipamento de política pública da Setre que promove a sustentabilidade dos empreendimentos econômicos solidários, através da oferta da assistência técnica socioprodutiva, valorizando o conhecimento e as potencialidades locais para que os grupos, associações e cooperativas tenham a capacidade de organização, numa perspectiva de autogestão pautada nos princípios da economia solidária e cooperativismo. 


Estado arrecada R$ 1,6 milhão com leilão de bens públicos

Estado arrecada R$ 1,6 milhão com leilão de bens públicos

A Secretaria da Administração (Saeb) arrecadou R$ 1,62 milhão com a realização de um leilão de bens públicos. Promovido na última sexta-feira (03), o Leilão eletrônico 004/2021 atraiu cerca de 130 participantes, viabilizando a venda de 120 lotes com itens diversos como veículos, materiais de escritório, informática e equipamentos eletrônicos avaliados inicialmente em cerca de RS 718 mil.

De acordo com a pasta, o item do leilão vendido pelo maior valor foi um conjunto de materiais de escritório, incluindo condicionadores de ar e condensadoras (Lote 05/2ª Parte), avaliado em R$ 14,9 mil e arrematado por R$ 67,4 mil. Já o lote com maior ágio foi o de número 26 (parte 2), composto por sucatas de veículos diversos. Leiloado por R$ 10,5 mil, o lote obteve uma valorização de 1.400% em relação à estimativa prevista no lance inicial, que era de R$ 700.

O leilão foi do tipo maior oferta ou lance, ou seja, o comprador que ofereceu o valor mais alto arrematou o lote. O comando do certame ficou à cargo do leiloeiro Rudival Almeida Gomes Junior. Toda a transação foi realizada eletronicamente, por meio do site www.rjleiloes.com.br. Para participar, os interessados realizaram seus cadastros no website em até 48 horas antes do início do leilão.

Os licitantes vencedores devem realizar pagamento dos bens arrematados à vista, por transferência ou depósito bancário, conforme orientações do leiloeiro. Os arrematantes também pagam, ao leiloeiro, a comissão de 5% sobre o valor da arrematação.(Bahia Noticias)


Bahia Produtiva lança Guia Prático Conhecendo o Mercado para facilitar a vida dos agricultores

Com o objetivo de trazer informações qualificadas para que agricultores e agricultoras transformem as suas unidades de produção familiar em negócios, o Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva, lança, em formato digital, a série de publicações Guia Prático Conhecendo o Mercado. O primeiro Guia Prático já está no disponível no site www.car.ba.gov.br e www.sdr.ba.gov.br .

Os temas escolhidos giram em torno de conhecimentos sobre Marketing, Vendas e Acesso a Mercados e será de fácil acesso para qualquer nível de maturidade das organizações. A série, idealizada pela Coordenação de Inteligência de Mercado do Bahia Produtiva, trará dicas e ações práticas para o acesso a mercados de vários níveis de complexidade, sejam eles locais, regionais, nacionais e até internacionais. Entre os temas, estão previstos: Acesso a Mercado, Canais de Distribuição, Assistência Técnica com Foco em Mercado, Branding e Posicionamento da Marca, Agregando Valor em Produtos da Agricultura Familiar, entre outros.

Para o coordenador de Inteligência de Mercado do Bahia Produtiva, Aldir Parisi, os conteúdos pretendem tirar dúvidas e apresentar soluções e ferramentas para os agricultores familiares: “De linguagem simples e grande teor prático, uma vez que foram testadas no mercado antes de serem escritas, as informações contribuem para que associações, cooperativas e grupos produtivos possam, pouco a pouco, adotar estratégias e ações em uma busca por mercado mais profissional e mais focada em resultados.”

De acordo com o coordenador do projeto Bahia Produtiva, Fernando Cabral, experiências positivas dos últimos três anos da estratégia de acesso ao mercado do edital Aliança Produtiva mostraram a necessidade de expandir os conhecimentos para outras organizações. Ele explica que a séria contará com 12 cartilhas, que serão editadas nas versões em português e inglês, para levar as orientações qualificadas para os produtores rurais.

(mais…)

Buriti inaugura nova loja de materiais para construção nesta sexta-feira, 23, em Jequié

A rede de Lojas Buriti – Materiais para Construção inaugura mais uma filial na próxima sexta-feira, 23. Situada na cidade de Jequié-BA, a loja tem como foco levar atendimento especializado, produtos de qualidade e entrega grátis para Jequié e cidades vizinhas. A inauguração e abertura ao público será às 9:00 h.

A loja contempla o projeto de expansão do grupo Buriti, que tem sede em Itabuna e filiais nas cidades de Ilhéus e Itacaré.

A chegada desse novo empreendimento, fortalece o setor da construção e acentua o grande potencial de desenvolvimento da cidade sol, principalmente no momento de grande investimento local, que integra o corredor logístico de exportação da Ferrovia Oeste-Leste.

A loja Buriti vai funcionar na Rua Francisco Alves Meira, 167, no centro de Jequié (em frente a central de abastecimento, no antigo Supermercado Cardosinho).

Uma loja ampla, climatizada, que durante os 80 dias de obra, contou com mais de 100 profissionais envolvidos.

Mix de produtos

A nova loja Buriti terá à disposição 100% do mix do grupo, com os mesmos preços que são praticados em Itabuna, Ilhéus e Itacaré, além de contar com as melhores marcas, a exemplo de: Deca, Astra, G-Light, Tintas Iquine, Fame, Suvinil, Incopisos, Stam, Tramontina, Fortlev, Quartzolit, Elizabeth, Lorenzetti, entre outras.

Entrega grátis

Além do atendimento personalizado e parcelamento em até 12 vezes sem juros, as Lojas Buriti têm o serviço exclusivo de entrega grátis, opção de crédito com o cartão Buriti, site e aplicativo integrados com as lojas, trazendo comodidade e tecnologia para os clientes. As mercadorias chegam à casa do cliente de forma rápida e segura, mesmo residindo em outras cidades.


Fundeci destina R$ 10 milhões a projetos de inovação alinhados com boas práticas ambientais

Banco do Nordeste – Wikipédia, a enciclopédia livre

O Banco do Nordeste lança hoje o edital do Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação (Fundeci) 01/2021 – Subvenção Econômica para Inovação em Empresas. O anúncio ocorre em meio às celebrações dos 69 anos do BNB e de 50 anos de criação do Fundeci.
Este é o maior edital de Subvenção Econômica da história do Fundeci e tem por objetivo fomentar o desenvolvimento de soluções inovadoras, visando aumentar a competitividade e sustentabilidade de empresas, em consonância com as melhores práticas ambientais, sociais e de governança (ASG).

Recursos não reembolsáveis, no valor total de R$ 10 milhões, apoiarão projetos de micro e pequenas empresas e empresas de pequeno-médio porte sediadas nos estados do Nordeste e no norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

O apoio do Fundeci em cada projeto contemplará propostas no valor de R$ 100 mil a R$ 500 mil, devendo a execução ocorrer em prazo de, no mínimo, seis meses e, no máximo, 24 meses. Entre os itens enquadráveis, incluem-se recursos humanos, equipamentos e material permanente, materiais de consumo e serviços de terceiros.

Os projetos devem estar relacionados, prioritariamente, a 17 temas: agronegócio sustentável; biotecnologia; cidades inteligentes e sustentáveis; concessão, administração e recuperação de crédito; controle de emissão de gases de efeito estufa; economia circular; economia criativa; educação (edtechs); energias renováveis; indústria; finanças (fintechs); microfinanças e inclusão financeira; restauração de ecossistemas; saneamento ambiental, saúde inteligente (healthtech); serviços e processos de gestão para micro e pequenas empresas; e transformação digital.

Preferencialmente, as propostas deverão utilizar as tecnologias big data, biofotônica, fotônica, biotecnologia, blockchain, inteligência artificial, internet das coisas, plataformas de marketplace e tecnologias da informação e comunicação (TICs).

As inscrições devem ser enviadas ao Banco do Nordeste até 2 de setembro de 2021, exclusivamente pelo endereço eletrônico. O resultado final da primeira etapa será divulgado em 30 de setembro deste ano. Para acesso à íntegra do edital, visite o portal.