Voo da Azul para Guanambi é “um sonho que se torna realidade”, diz governador

Voo da Azul para Guanambi é "um sonho que se torna realidade", diz Rui

Em continuidade à extensa agenda de trabalho em Guanambi, nesta segunda-feira (20), o governador Rui Costa se reuniu com os prefeitos do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Alto Sertão para tratar de propostas e ações voltadas ao crescimento econômico da região. Em seguida, Rui acompanhou a chegada do voo inaugural da Azul Linhas Aéreas, que partiu do aeroporto de Confins (MG) com destino a Guanambi.

“A reunião foi positiva. Discutimos a questão da saúde. Já definimos para a semana que vem uma reunião com os secretários e prefeitos para vocacionar cada hospital municipal, para montar uma rede regional de atendimento, junto com o Hospital Regional de Guanambi. Também discutimos os projetos na área de apoio à agricultura familiar, como o Bahia Produtiva, e os serviços de infraestrutura, pavimentação de estradas e acessos às cidades. Vamos trabalhar juntos para acelerar a melhoria da vida das pessoas”, afirmou o governador.

Estiverem presentes os prefeitos de Caculé, Caetité, Candiba, Guanambi, Ibiassucê, Igaporã, Iuiu, Lagoa Real, Malhada, Matina, Palmas Do Monte Alto, Pindaí, Riacho de Santana, Rio Do Antônio, Sebastião Laranjeiras, Tanque Novo e Urandi.

A partir desta segunda-feira (20), serão quatro frequências semanais da Azul entre Guanambi e Confins, às segundas, quartas e sextas-feiras e aos domingos. Rui destacou que o voo “é um sonho que se torna realidade. Hoje é um dia histórico. Ao todo, foram R$ 17 milhões investidos para requalificação do terminal e retirada de obstáculos. É um primeiro passo. Espero que nossos estudos de demanda se confirmem ao longo dos meses. Eu aposto muito na demanda desta região”.

(mais…)

Decreto libera eventos para até mil pessoas com exigência de certificado de vacinação

Um novo decreto publicado na versão online do Diário Oficial do Estado deste sábado (11) autoriza em toda a Bahia, até o dia 21 de setembro de 2021, a realização de atividades com a presença de público de até mil pessoas. Estão permitidas cerimônias de casamento, eventos urbanos e rurais em logradouros públicos ou privados, circos, parques de exposições, solenidades de formatura, feiras, passeatas e afins, além do funcionamento de zoológicos, parque de diversões, museus e teatros. Os museus, parques de exposições e afins poderão funcionar garantindo o distanciamento mínimo de um metro entre as pessoas, sendo proibida a realização de excursões.

Pelo decreto nº 20.704, que entra em vigor neste sábado (11) e altera o decreto de nº 20.658, está permitida também a realização de eventos com venda de ingressos, limitando a presença de público de até mil pessoas. Para a realização destes eventos, todos os envolvidos, entre artistas, público, equipe técnica e colaboradores, deve comprovar ter tomado as duas doses de vacina ou dose única, apresentando o documento de vacinação fornecido no momento da imunização ou o certificado obtido através do aplicativo ‘CONECT SUS’ do Ministério da Saúde. Além disso, devem ser respeitados todos os protocolos sanitários estabelecidos pelos municípios, especialmente o distanciamento e uso de máscaras.

Fica autorizado também o funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a realização de atividades físicas, desde que limitada a ocupação máxima de 75% da capacidade do local.


Rui participa de seminário virtual sobre tecnologia promovido pela Embaixada da China no Brasil

RUI PARTICIPA DE SEMINÁRIO VIRTUAL SOBRE TECNOLOGIA PROMOVIDO PELA EMBAIXADA  DA CHINA NO BRASIL – Bahia Economica

Nesta quinta-feira (9), o governador Rui Costa participou de um seminário virtual sobre tecnologia, desenvolvido pela Embaixada da República Popular da China no Brasil e pelo Consulado-Geral da República Popular da China no Rio de Janeiro. Com o tema “Rumo ao futuro digital e desenvolvimento impulsionado por serviços”, o encontro online debateu o desenvolvimento de tecnologias que possam ajudar áreas como Saúde, Educação e Segurança.

“Venho aqui dar o meu testemunho extremamente positivo sobre a relação da Bahia com a China e dizer que as possibilidades são muito grandes no uso de tecnologia para o desenvolvimento da saúde e da educação, no avanço de cidades inteligentes, na busca por uma segurança pública cada vez melhor, usando ferramentas tecnológicas. A tecnologia é o caminho para melhorar o conforto do ser humano e aumentar a segurança e o acesso das pessoas à ferramentas educacionais. Além disso, possibilita que o poder público garanta saúde a longas distâncias e em locais com escassez de profissionais altamente especializados”, afirmou o governador.

Rui lembrou que a Bahia já tem uma parceria muito frutífera com empresas chinesas e é responsável por um dos mais bem sucedidos programas de parcerias público-privadas (PPPs) e concessões do país, com investimentos totais superiores a R$ 10 bilhões. “Aqui, temos em andamento projetos de grande porte, como a ponte Salvador-Itaparica, que conta com R$ 8 bilhões e terá quase 13 quilômetros de extensão. Temos ainda um investimento de R$ 2 bilhões em mobilidade urbana da BYD, que é o monotrilho. Acabamos de contratar o monitoramento por vídeo em cerca de 80 novas cidades, com o uso de tecnologia voltada para a área de segurança pública, com inteligência artificial buscando fazer reconhecimento facial”.

A cônsul-geral da China no Rio de Janeiro, Tian Min, falou sobre a importância da boa relação mantida entre governos, para atração de investimentos. “O Estado da Bahia tem mantido um acordo de amizade e cooperação com o governo chinês. O governador Rui Costa já foi pessoalmente à China e promoveu ainda mais essa parceria pragmática bilateral, e tem todo o nosso apoio. Nesse momento, as duas partes vêm se esforçando para desenvolver diversos projetos e o governo chinês apoia as empresas chinesas respeitando as regras de mercado para desenvolver esses projetos na Bahia”.


Secretária de Planejamento destaca curso de formação e associativismo dos catadores

“Sem essa capacitação dos catadores não teria sido possível a criação da Associação Itabuna Recicla para Viver Melhor e a coleta seletiva. Tudo começa aqui. Os dois meses antecedentes foram de planejamento, quando nós da Prefeitura de Itabuna criamos uma equipe multidisciplinar para chegar a esse momento”. A declaração é da secretária municipal de Planejamento, Sônia Fontes, na abertura do o 1º Seminário de Capacitação e Formação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Itabuna na AABB.

Para a secretária, a partir da conclusão do 1º evento, os catadores terão um 2º Seminário de Formação Executiva para que o associativismo seja fortalecido para a boa gestão da Associação Itabuna Recicla. “Então, sem a Associação não haveria a menor ideia de se ter coleta seletiva na cidade”, acrescentou, destacando que pelo projeto haverá a triagem de coleta de lixo urbano, com uma estrutura que está sendo executada e adaptada, o que inclui galpão e plano de instalação de 10 ecopontos na cidade.

O presidente da Associação Itabuna Recicla para Viver Melhor, Émerson Ferreira Santos, afirmou que a realização do seminário pela Prefeitura em parceria com a CVR Costa do Cacau e Biosanear é uma boa ideia. “A gente tem o aprendizado, mas sempre há espaço para se aprender mais. É o que a gente veio buscar aqui, mais aprendizado para ficar mais especializado nestas novas condições que estão aparecendo”, declarou.

O líder dos catadores não escondeu a ansiedade de começar logo a coleta seletiva para que a vida de todos volte à normalidade. “Estamos na expectativa de que tudo dê certo para que a gente volte a funcionar dentro da nova realidade, tudo organizado e perfeito”, finalizou. A presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Suse Mayre Azevedo, representou a secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza, Andrea Castro, na abertura do Seminário que está sendo realizado entre as 12 e 18 horas e se encerra na sexta-feira.


Inscrições abertas para 10.000 vagas gratuitas em cursos de tecnologia

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA 10.000 VAGAS GRATUITAS EM CURSOS DE TECNOLOGIA

Os cursos online de programação para internet com JavaScript e JavaScript ES6 Essencial estão disponíveis, gratuitamente,no site da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), a partir desta segunda-feira (9). No total, 12 cursos são ofertados, distribuídos em 10 mil vagas para todo o Estado da Bahia, através de uma parceria entre a Secti e a startup Digital Innovation One (DIO). Divididas entre categorias de iniciantes, intermediários e avançados, os cursos, que entregam certificados de conclusão, são destinados a todas as pessoas que possuem interesse em começar ou estabelecer uma carreira na área de tecnologia, com foco em programação e desenvolvimento de softwares.

Os interessados nos cursos devem se apressar em fazer suas inscrições, porque, de acordo com o gestor do Programaê na Secti, Sócrates Santana, mais de 60% das vagas já foram preenchidas. “A plataforma tem o objetivo de gerar capacitação profissional e conectar trabalhadores e empreendedores ao mercado de trabalho. Esta é uma ótima oportunidade, pois quem conclui o curso também passa a fazer parte do banco de dados da DIO, o que pode ser uma porta de entrada para o mercado ou para possibilidades de networking com profissionais desta área”, destacou.


BAMIN realiza as primeiras exportações de minério de ferro

O início das operações de comércio exterior da BAMIN coloca a mineradora como player global na produção e comercialização de minério de ferro. A BAMIN começou a operar a Mina Pedra de Ferro, em Caetité, na Bahia, em janeiro, e as primeiras exportações já estão sendo realizadas. Até o final de 2021 estão previstos pelo menos 11 carregamentos para o mercado consumidor da Europa e da Ásia, num total de aproximadamente 490 mil toneladas.

A próxima exportação está agendada para o final de julho e há outro embarque previsto para agosto. Ambas as expedições terão logística de escoamento pelo Terminal Enseada, em Maragogipe, na Bahia. A exportação de julho será para a Alemanha e tem como destino o porto de Rotterdam, na Holanda.

Mina Pedra de Ferro, localizada em Caetité

A partir da Mina Pedra de Ferro, em Caetité, o escoamento do minério é realizado por via rodoviária até o Terminal Licínio de Almeida, de onde será transportado por trens da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA). O trajeto ferroviário segue até o Terminal Petim, no município de Castro Alves. Neste local ocorre o transbordo da carga, passando do modal ferroviário para o rodoviário, onde seguirá via caminhões até o Terminal Enseada.

O transporte está a cargo da VLI, que opera a FCA, no modal ferroviário e rodoviário. A operação do terminal de transbordo iniciou-se dentro da faixa de domínio da FCA, mas para a continuidade da operação, um terminal de transbordo está em construção em Castro Alves, próximo à estação ferroviária de Petim. O trecho rodoviário até o porto de escoamento é de aproximadamente 100 km.

Minério premium

O minério de ferro que a BAMIN está exportando é o DSO 65. O teor do minério o classifica e o qualifica na categoria prêmio, com baixo índice de contaminantes. Pela qualidade que possui, o minério extraído e beneficiado permite a redução de emissões de CO2 no processo de siderurgia, o que eleva a performance e a sustentabilidade da indústria. Por ter elevado grau de pureza, o processo de beneficiamento do DSO 65 não demanda o uso de água e requer baixo consumo energético.

Empresa está no Brasil há 16 anos

Há 16 anos a BAMIN está presente no Brasil, investindo continuamente em seus negócios, que incluem a Mina Pedra de Ferro, na região de Caetité, o Porto Sul, em Ilhéus, e agora com a Ferrovia de Integração Oeste Leste – FIOL. A empresa faz parte do Eurasian Resources Group (ERG), líder em mineração, metais e logística. O ERG é também o maior operador de transportes da Ásia Central, com ampla experiência em ferrovias.

FIOL concentrará o escoamento do minério da BAMIN

O sistema de transportes que está sendo utilizado pela BAMIN será substituído nos próximos anos por um processo de logística de maior capacidade e eficiência. Para exportar o minério de ferro a empresa usará a FIOL, que está em construção entre Caetité e Ilhéus. Com 537 km, este é o Trecho 1 da ferrovia e foi arrematado pela BAMIN em leilão realizado pelo Governo Federal em abril, na B3 (Bolsa de Valores), em São Paulo. O investimento comprometido é de R$ 3,3 bilhões.

“Este é o primeiro passo para uma logística integrada de maior capacidade e eficiência. Com a concessão do trecho 1 da Ferrovia de Integração Oeste Leste (FIOL) e a construção do Porto Sul, em Ilhéus, vamos atingir a nossa capacidade máxima de produção e exportação, de 18 milhões de toneladas anuais de minério de ferro, em 2026. A FIOL e o Porto Sul são fundamentais para consolidar um novo corredor logístico e de exportação para a mineração e o agronegócio da Bahia e do Brasil”, afirmou Eduardo Ledsham, CEO da BAMIN.

A subconcessão é pelo período de 35 anos, cinco deles para a construção e 30 anos para a operação. Uma estimativa do Ministério da Infraestrutura é de que durante as obras, serão gerados 55 mil empregos diretos e indiretos e com geração de renda.

Porto Sul está em construção em Ilhéus

Como parte da logística integrada, em parceria com o governo do estado da Bahia, a BAMIN está construindo o Porto Sul, em Ilhéus. A expectativa é de que em cinco anos o terminal portuário, com capacidade para até 42 milhões de toneladas anuais, já esteja em operação.


Cooperativas da Agricultura Familiar passarão a comercializar no Mercado Livre

Cooperativas da Agricultura Familiar da Bahia passarão a comercializar na plataforma  Mercado Livre - Notícias da Bahia

Empreendimentos de cooperativas da agricultura familiar baiana foram selecionados entre os 250 empreendimentos indicados, em todo o Brasil, para fazer parte do programa Empreender com Impacto+Biodiversidade, realizado pela empresa de comércio eletrônico Mercado Livre e pela Giral Viveiro de Projetos, uma consultoria que trabalha com geração de valor compartilhado, há mais de 10 anos.

O programa vai apoiar os empreendimentos da agricultura familiar para digitalizar a estratégia comercial no Mercado Livre, potencializando o impacto positivo e levando os produtos dessas cooperativas para todo Brasil. Foram selecionadas a Cooperativa da Cajucultura Familiar do Nordeste da Bahia (Cooperacaju), Cooperativa dos Produtores de Abacaxi de Itaberaba (Coopaita), Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc) e  a Cooperativa de Produção da Região do Piemonte da Diamantina (Coopes). 

Com isso, produtos a base de castanhas de caju, de frutas da Caatinga, como o umbu e o maracujá-da-Caatinga, a base de licuri e frutas desidratadas, estarão disponíveis para a compra, no catálogo da empresa de Comércio Eletrônico Mercado Livre.

O gerente de Mercados Privados da Coopercuc, Dailson Andrade, observa que o Mercado Livre é hoje um dos maiores Market Places – lojas de venda on-line, do país, com presença no Brasil e países da América Latina, que tem dentro de suas ações esse programa chamado de ‘Negócios de Impacto’, que esse ano selecionou 89 projetos, de um total de 250 inscritos em todo o Brasil.

“Vamos vender na plataforma em condições diferenciadas. Essa é uma conquista importante para a Coopercuc e para a agricultura familiar da Bahia. É o resultado dos investimentos que vêm sendo feitos pelo Governo do Estado, em especial, do projeto Bahia Produtiva e coloca a Coopercuc em um outro patamar. Nós, que já temos uma presença forte com o mercado de revenda para empresas, agora também atuaremos em outros mercados. Com certeza isso vai ajudar no aumento das nossas vendas, num momento como esse. Como todos sabemos, a pandemia nos forçou a mudar nossos hábitos de consumo e a internet é uma ferramenta que, cada dia mais, vem se consolidando, e estar no Mercado Livre é uma consolidação dessa estratégia da Coopercuc, de ampliar seus mercados”, destaca Dailson.  

A indicação para o processo de seleção foi da Conexus, organização que assessora empreendimentos comunitários. Com a parceria firmada, será possível aos empreendimentos acessar os cursos de marketing digital e estratégias de comercialização e realizar vendas diretas por meio da plataforma digital, ampliando o acesso a diferentes nichos de mercado, e obter descontos das taxas, entre outras vantagens. 

BahiaProdutiva

O Bahia Produtiva é um projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), cofinanciado pelo Banco Mundial. 


Chocolate Bahia Cacau no Papo Correria do governador

Na edição do Papo Correria de ontem,06, o govenador da Bahia Rui Costa comemorou o Dia Mundial do Chocolate celebrado hoje, 07 de julho, com os sabores produzidos pela Bahia Cacau. A primeira fábrica de chocolate fino da agricultura familiar do Brasil com sede município de Ibicaraí no Sul do Estado.

Presente na bancada do programa que durou um pouco mais de 1 hora, as barras de chocolates Bahia Cacau de 20g e 80g nos teores de cacau de 35%, 50%, 60% e 70%, foram apresentadas antes no final da edição por volta das 20h. Para confirmar as qualidade dos produtos Rui Costa degustou uma dose de licor de mel de cacau. “Esse aqui é uma delícia, o licor com mel de cacau. Se não provou, prove que é uma delícia. Pode comprar que é sabor garantido”, afirmou

A Bahia Cacau é uma marca de chocolate da Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidaria da Bacia do Rio Salgado e Adjacências – COOPFESBA, com 104 agricultores de cacau associado. “Fico muito feliz por mais uma vez o governador prestigiar o sabor especial da Bahia Cacau”, frisou Osaná Crisóstomo do Nascimento, diretor-presidente da Bahia Cacau/Coopfesba, ao agradecer o apoio do Estado no empreendimento desde o ano de 2010.


Policlínicas Regionais de Saúde contabilizam mais de 2 milhões de atendimentos

Policlínicas Regionais contabilizam mais de 2 milhões de atendimentos na  Bahia

As Policlínicas Regionais de Saúde implantadas no Estado contabilizaram, até o último mês de junho, um total de 2.036.497 atendimentos, entre consultas e exames. As policlínicas, atualmente em número de 18 e com a expectativa de inauguração, nos próximos dias, da 19ª, em Ribeira do Pombal, têm como entidades mantedoras os Consórcios Públicos Interfederativos de Saúde, que por sua vez, têm o Estado da Bahia como ente federativo, através da Secretaria Estadual de Saúde, e têm como objetivo a cooperação técnica e financeira da área da saúde entre os entes federados, visando à promoção de ações de saúde públicas assistenciais e prestação de serviços especializados de média e alta complexidade.

Até agora, os Consórcios de Saúde contemplam as regiões de Teixeira de Freitas, Guanambi, Jequié, Irecê, Feira de Santana, Santo Antônio de Jesus/Cruz das Almas, Valença, Alagoinhas, Ribeira do Pombal, Paulo Afonso, Juazeiro, Vitória da Conquista, Jacobina, Itabuna/Ilhéus, Senhor do Bonfim, Simões Filho, Eunápolis e Brumado, e a previsão é que até 2022 sejam inauguradas duas unidades em Salvador, e também as policlínicas de Serrinha, Itaberaba/Seabra, Santa Maria da Vitória, São Francisco do Conde e Ribeira do Pombal, essa última nos próximos dias, totalizando 25 Policlínicas até o próximo ano.


Transporte intermunicipal volta a funcionar com 70% da capacidade neste sábado

O transporte coletivo intermunicipal rodoviário e hidroviário volta a funcionar, em toda a Bahia, a partir das 5h deste sábado (26). A circulação, a saída e a chegada dos transportes estavam suspensas até a próxima segunda-feira (28), mas o Governo do Estado decidiu antecipar o funcionamento para este sábado (26).

Para evitar aglomeração, a ocupação deve ser limitada a 70% da capacidade do transporte até o dia 4 de julho. Não será permitida a disponibilização de transportes extras.

A medida, que será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (26), vale para qualquer transporte coletivo intermunicipal rodoviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans, assim como ferry boats, catamarãs, lanchinhas e balsas.

A fiscalização do decreto é de responsabilidade da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações (Agerba).