Aumento da participação social marca gestão de Yulo Oiticica na Ouvidoria Geral do Estado

YuloAumento da participação social na capital e no interior marca a gestão de Yulo Oiticica à frente da Ouvidoria Geral do Estado, vinculada à Secretaria Estadual de Comunicação Social. A nova gestão completou o primeiro ano em 27 de abril.

Durante este período, a atuação da OGE garantiu à Bahia o primeiro lugar em transparência pública e aproximou o órgão da sociedade através de diversas ações e projetos, como o Ouvidoria nos bairros e Ouvidoria Itinerante, realizando atendimentos à população nas comunidades de Salvador e municípios do interior.

Em quatorze atendimentos, o projeto Ouvidoria nos Bairros resultou em 700 registros, possibilitando o acesso da população ao canal de comunicação com o governo estadual e melhorando os serviços públicos. Em 2015, foram registrados mais de 47 mil manifestações e no primeiro trimestre de 2016 foram aproximadamente 13.700 registros.

“A Bahia superou estados como Minas Gerais no número de registros, entre reclamações, elogios e solicitações. Fechamos 2015 com o dobro de manifestações de Minas Gerais, que tem mais de 800 municípios e uma população com cerca de 20 milhões. E isso é resultado desta nova concepção de fortalecimento da participação social”, afirma Yulo.

A gestão também foi marcada pelo incentivo e apoio na criação de ouvidorias municipais em todo o estado, auxiliando prefeituras na estruturação e capacitação da equipe de atendimento. Parcerias para a concessão do Sistema TAG, sistema de registro e gerenciamento das manifestações do cidadão criado pela Ouvidoria Geral do Estado, foram potencializadas. O lançamento do aplicativo TAG para Android contribuiu para a ampliar a participação social ainda mais.

A Ouvidoria Geral se consolida como referência nacional na estruturação e funcionamento de ouvidorias em todo o Brasil, com destaque para os convênios firmados com os Governos de Minas Gerais e Espírito Santo, além das Prefeituras de Belo Horizonte (MG), Parauapebas (PA), Aracruz (ES), Vitória da Conquista (BA), Camaçari (BA), Conceição do Coité (BA) , Dias d’Ávila (BA), São Francisco do Conde (BA), Paulo Afonso (BA), Itabuna (BA) e Cipó (BA) que utilizam o Sistema de Ouvidorias e Gestão Pública – TAG.


Comentários