15ª edição do Fórum Social Mundial em Porto Alegre

LOGO-FSM-2016-FINAL-OK-nova-data-FB-2-500x319A edição comemorativa de 15 anos do Fórum Social Mundial começa na nesta terça-feira, 19, em Porto Alegre. Até o dia 23, são esperadas cerca de 20 mil pessoas na Capital para fazer um balanço do evento, realizado pela primeira vez na cidade em 2001, e também apontar novas perspectivas por outro mundo possível.

Nomes como o do sociólogo português Boaventura de Sousa Santos, do filósofo espanhol Manuel Castells e do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, estão entre os confirmados para esta edição, que contará com cerca de 1 mil atividades espalhadas por diversos pontos da cidade (confira a programação completa). O Parque Farroupilha (Redenção), Auditório Araújo Vianna, Câmara de Vereadores, Assembleia Legislativa, Largo Zumbi dos Palmares e o Parque Harmonia serão os principais espaços de atividades.

O desenvolvimento das cidades, as mudanças climáticas e o Orçamento Participativo, três temas essenciais para o fortalecimento da resiliência de Porto Alegre, estarão contemplados nos debates do Fórum. A crise do capitalismo, participação da juventude, cultura de paz, racismo, integração latino-americana e o combate à xenofobia e à homofobia também estão entre as pautas de destaque do evento.

Marcas registradas – A tradicional Marcha de Abertura do Fórum está agendada para as 18h do dia 19, com saída do Largo Glênio Peres. A concentração para a caminhada, que segue até o Largo Zumbi dos Palmares, inicia-se às 15h, com discursos de representantes da sociedade civil e movimentos sociais, além de apresentações artísticas. Discursos de autoridades, entre elas o prefeito José Fortunati, também estão previstos a partir das 19h, já no Largo. Shows dos cantores Chico César e Nei Lisboa encerram a programação do primeiro dia.

Outro marca registrada do Fórum, o Acampamento da Juventude também será organizado em 2016. Cerca de 3 mil jovens são esperados no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia) ao longo do evento. Por conta da infestação do Aedes aegypti, armadilhas para o monitoramento do mosquito foram instaladas no Parque e serão acompanhadas pela Equipe de Vigilância em Saúde de Porto Alegre. Além disso, serão disponibilizados repelentes aos frequentadores do espaço.

Um diferencial deste ano também é a disponibilização de uma linha de ônibus que percorrerá os principais espaços de atividades (Parque Harmonia, Assembleia Legislativa, Hotel Embaixador, Redenção, Largo da Epatur e Câmara dos Vereadores). O ingresso para o transporte é gratuito aos que apresentarem o crachá de inscrição.

Saiba mais no site do evento.


Comentários