Trabalhadores terceirizados da Bahia continuam sem receber salários em dia

Protesto_NRE5_15_junho_2015Os trabalhadores terceirizados do estado continuam com problemas para receber seus salários em dia. A informação foi confirmada pela coordenadora geral do Sindicato dos Trabalhadores de Limpeza Urbana da Bahia (Sindilimp-BA), Ana Angélica Rabelo, durante reunião com os núcleos 4, 15, 19, 21 de trabalhadores no município de Conceição do Coité, no sábado (18/07/2015).

Para Ana, mesmo com a garantia que representantes de empresas pagarão os salários atrasados, será mantida a paralisação até que os trabalhadores se certifiquem que o dinheiro está na conta. “Esses transtornos gerados com a falta de pagamento ao Estado acontecem porque as empresas não têm condições de assumir os contratos e acabam prejudicando o trabalhador terceirizado”, aponta.

O-vereador-Luiz-Carlos-Suíca-durante-reunião-em-Coité-390x260_18_07_15De acordo com a coordenadora geral do Sindilimp, os terceirizados sofreram no governo Jaques Wagner e continuamos sofrendo no governo de Rui Costa. “Trocam de empresas e a situação é a mesma, não há melhorias”, completa Ana Angélica.

“Temos que garantir que os trabalhadores atuem sem medo, já que eles ainda recebem ameaças de demissão das diretoras e diretores de empresas. O governo precisa ouvir os trabalhadores e o sindicato. Acredito que o Estado precisa valorizar essa mão de obra, pois é a que faz a máquina pública funcionar”, afirmou o vereador de Salvador e membro do sindicato, Luiz Carlos Suíca(PT). Com informações do Jornal Grande Bahia


Comentários