Sistema produtivo do leite no Sisal recebe investimentos

Para fortalecer e ampliar o sistema produtivo do leite no Território de Identidade do Sisal, foi assinado, nesta sexta-feira (01), um convênio entre o Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva, e a Cooperativa Mista dos Agricultores Familiares do Território do Sisal (Coopsisal), no valor de R$3,2 milhões.

Será realizada a reforma e ampliação do laticínio do povoado Ouro Verde, no município de São Domingos, e entregues equipamentos e máquinas para a produção de queijo, iogurtes e outros derivados e também para a base produtiva, como ordenhadeiras e forrageiras. A cooperativa já vem recebendo o serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater).

O diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Wilson Dias, explicou que a unidade ficará estruturada e adequada para gerar emprego e renda e agregar valor ao leite, proporcionando condições de sustentabilidade ao agricultor: “Quando a gente gera essas oportunidades a população responde. Esperamos que com esses investimentos os agricultores possam produzir mais e possam aumentar o número de agricultores que produzem leite no município, pois vai aumentar a capacidade produção e se expandir ainda mais. O laticínio é muito mais que um lugar onde se entrega a produção, é uma garantia de comercialização e geração de renda”.

O investimento vai beneficiar quatro organizações da agricultura familiar, vinculadas à Coopsisal. São elas a Cooperativa dos Produtores de Leite de Santa Luz; Cooperativa de Produção Agropecuária do Projeto de Assentamento; Associação dos Pequenos Produtores de Ichu de Dentro; e o Conselho dos Moradores do Distrito de Santa Rita de Cássia, localizadas nos municípios de Santa Luz e Valente e São Domingos.

O presidente da Coopsisal, Nadson Carvalho, explicou que ainda tem dificuldade de comercialização e de ter uma estabilidade no valor do leite. Porém, esse investimento vai ser de fundamental importância para a comunidade: “Era um sonho que a gente tinha de ter essa reforma no laticínio. Estamos na cidade que é uma das maiores produtoras de leite e tem um potencial enorme de continuar crescendo e essa reforma e ampliação vai ser muito importante para que a gente possa dar melhores condições aos produtores”.


Comentários