Programa Corra pro Abraço auxilia pessoas que cumprem penas alternativas

corra 3Pessoas em situação de vulnerabilidade social, e que passam por processos de ressocialização na justiça, têm o auxílio do Programa Corra pro Abraço para ingressar no mercado de trabalho. Situações como a Evandro de Jesus da Silva, 22 anos, que conta com o Núcleo de Prisão em Flagrante do Programa Corra pro Abraço, da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e é estagiário do núcleo.

Evandro conta que conheceu o programa quando estava preso. “O juiz me deu a liberdade provisória com a condição de que eu participasse do Corra pro Abraço. Com o acompanhamento do programa, fui enviado para um centro de recuperação, onde passei nove meses, depois passei para um curso de redução de danos, de mais sete meses, do qual estou na etapa final. E agora comecei a estagiar aqui no órgão. Estou gostando bastante da nova perspectiva que a gente está criando a partir desta oportunidade”.


Comentários