Prefeitura promove encontro na AMURC para discussão de medidas contra a seca

Na próxima segunda-feira, dia 14, a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente (Seagrima) vai promover um encontro técnico, a partir das 9 horas, no auditório da Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia (AMURC) para debater medidas que amenizem os prejuízos causados pela estiagem nas comunidades rurais de Itabuna e de outros municípios do sul da Bahia. Órgãos federais e estadual dedicados à agropecuária estão sendo contatados para o evento.

Após a Prefeitura de Itabuna decretar situação de emergência na semana passada, o titular da Seagrima Lanns Almeida Filho, destacou que o encontro visa não somente debater as ações necessárias, mas dar suporte às medidas emergenciais de apoio a agropecuária. Inclusive, o bombardeamento de nuvens com o uso de produtos químicos para a precipitação de chuvas artificiais, principalmente nas nascentes dos rios que abastecem os municípios da Região Cacaueira.

“É muito preocupante a redução da produção no campo, com prejuízos incalculáveis aos pequenos, médios e agricultores familiares. Alguns presidentes de associações rurais já contabilizam saldos negativos na produção do leite, com redução de cerca de 80% e na produção agrícola de hortigranjeiros em mais de 30%. O que está acontecendo, com a falta de chuva nos últimos meses, agrava a situação não só por causa da falta de água nas nascentes dos rios, mas também por causa das queimadas que a tudo destroem, além de comprometer o solo”, explicou Lanns Almeida Filho.

Para o coordenador regional do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (Setaf), Marcos Souza, a seca está causando um prejuízo enorme tanto na região sul do Estado, quanto na Bahia como um todo. De acordo com o representante do órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR), do Governo do Estado da Bahia “a falta de chuvas está provocando desemprego e comprometendo a economia estadual, além do bem estar e a saúde das populações”, observou.

Estão sendo convidados para a reunião na AMURC os representantes da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Assistência Técnica e Extensão Rural (BAHIATER), Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF), Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) do Governo estadual; Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira (CEPLAC) e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) do Governo federal.


Comentários