Prefeitos elogiam o Seminário Novos Gestores promovido pela Amurc

prefeitos Osni_novosgestoresA Amurc finalizou o Seminário Novos Gestores Públicos nesta quarta-feira (23), com a grande participação e envolvimento dos prefeitos eleitos e reeleitos da região, que irão assumir o mandato em janeiro de 2017. Para a maioria dos presentes que elogiaram a organização do seminário, o grande legado do evento foram às informações para a condução eficiente dos mandatos nas prefeituras entre 2017 e 2020.

O prefeito eleito de Canavieiras, Clovis Roberto Almeida de Souza declarou que foi uma excelente iniciativa o Seminário promovido Amurc. “Ouvi muitas ideias interessantes para colocar em prática em nosso município”, afirmou. E de acordo o prefeito eleito de Itacaré Antônio de Anísio, que parabenizou a organização do evento, “as palestras foram ótimas e criaram uma nova perspectiva para mandato na prefeitura”.

Na programação do dia, Jussara Bahia de Andrade, ex-secretária de Assistência Social dos municípios de Itajú do Colônia e Teixeira de Freitas falando sobre transição de governo chamou atenção para o cumprimento das metas no setor de Assistência como as de Proteção Social, Gestão e Controle Social com o fortalecimento dos conselhos. Já a secretária de Saúde de Floresta Azul, Domilene Borges esclareceu sobre o processo de transição na área da saúde e mostrou os documentos necessários para a continuidade das políticas públicas.

novos prefeitos amurcDentre as temáticas abordadas no turno vespertino, a Lei de Acesso a Informação 12. 527/11 norteou o debate entre os futuros gestores diante da necessidade de tornar público suas ações e convidar a população para participar das decisões municipais. “Para os novos gestores, o foco é criar canais de atendimento a população, a exemplo de ouvidorias, audiências públicas”, declarou o especialista em advocacia pública, Huryck Marinho Simões.

O consultor da Confederação Nacional dos Municípios, Eduardo Stranz atualizou as informações com relação ao recurso destinado aos municípios e, segundo ele, “o instrumento do Consórcio é a única possibilidade de resolver o problema dos resíduos sólidos”. Opinião também compartilhada pelo prefeito de Serrinha e presidente da Federação Baiana de Consórcio Público, Osnir Cardoso. “O Consórcio é uma a saída coletiva e cooperada para atender as demandas dos munícipios e para funcionar precisa da colaboração dos prefeitos”, revelou.

O evento foi realizado pela Amurc em parceria com o Sebrae, Pro-Reitoria de Extensão da UESC, Consórcio de Desenvolvimento Sustentável – CDS-Litoral Sul, e os Institutos Natura e Arapyaú. Contou também com apoio da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), União dos Municípios da Bahia (UPB), e Instituto Nossa Ilhéus. A Amurc é presidida por Lenildo Santana, professor e prefeito de Ibicaraí. (Viviane Cabral)


Comentários