PAA movimenta economia de Ilhéus

ilheus“Antes a gente produzia apenas para o nosso consumo. Hoje, o Programa de Aquisição de Alimento (PAA) mudou a nossa vida pois, com o recurso, podemos comprar mais, melhorar nossa terra e escoar nossa produção”, reconheceu o produtor indígena, Leandro Amaral (Xahã), da Aldeia Itapoã, em Olivença. A Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria de Agricultura e Pesca (Seap), entregou ontem (18) e hoje (19), cestas contendo mais de 25 produtos da agricultura às 21 entidades da rede socioassistencial, através PAA. A entrega acontece no Terminal Pesqueiro de Ilhéus e contou com a presença de produtores rurais e de entidades beneficiadas.

Para a agricultora familiar, Alice de Souza Amaral, o bloqueio do PAA na última gestão, prejudicou o processo de escoamento da produção, limitando ganhos. “Todos fomos prejudicados e principalmente a população, pois, deixamos de receber saúde de qualidade com os produtos do campo”, desabafou. “Agora a retomada pelo atual governo, a realidade é outra. Estamos plantando, colhendo e entregando ao município. Além disso, o dinheiro já caiu na conta”, comemorou.

No outro lado da história, a satisfação se repete. “Antes deste programa, tínhamos dificuldade com a alimentação das nossas crianças e adolescentes. A partir do PAA, construímos uma cozinha para fornecer os alimentos e ainda distribuímos às famílias das crianças”, comentou o presidente do Instituto de Reintegração Social Liberdade Para Viver, Charles Santos, que levou para a sede da instituição, cerca de 445 quilos de alimentos.


Comentários