Festival incentiva produção de chocolates finos no Sul da Bahia

fest choc 12De produtor de amêndoas a produtor de chocolates finos, com alto teor de cacau. Essa é a transformação que vem se verificando no Sul da Bahia. Um incentivadores desse processo é o Festival Internacional do Chocolate e Cacau da Bahia, que este ano chega à sua oitava edição, e acontece de 21 a 24 de julho no Centro de Convenções de Ilhéus.

O lançamento do festival, que teve a apresentação da programação do evento, aconteceu na noite de ontem (7) no Espaço Bataclan e contou com a presença do secretário de Turismo da Bahia, Nelson Pelegrino. O Governo do Estado é um dos parceiros do evento, que no ano passado movimentou mais de R$ 10 milhões em negócios e atraiu cerca de 30 mil pessoas.

f 1O Festival Internacional do Chocolate e Cacau da Bahia é aberto ao público e reunirá mais de 50 expositores, sendo mais de 30 marcas de chocolates Premium do Sul da Bahia, como Amma, Mendoá, ChOr – Chocolate de Origem, Amado Cacau, Fazenda Sagarana, Maltez, Costa Negr. A programação inclui workshops gratuitos de receitas à base de chocolate com participação de chefs do Brasil e do Exterior.

“Ilhéus e o Sul da Bahia são conhecidos no mundo inteiro através da obra de Jorge Amado e isso serve como um atrativo turístico muito forte. O cacau faz parte desse imaginário e o chocolate da região, um dos melhores do mundo, agrega ainda mais valor a esse processo que fortalece o turismo e a economia”, destacou Nelson Pelegrino. Segundo ele, “durante os quatro dias do festival, Ilhéus passa a ser a capital do chocolate, num evento de dimensão mundial. Essa junção cacau, chocolate e Jorge tem potencial para consolidar o Sul da Bahia como um grande polo turístico”.


Comentários