Crianças de Ilhéus concluem projeto sobre representatividade feminina

casa-amarela-20-05-17-foto-karoline-vitalA discussão sobre protagonismo feminino tem ganhado força nos últimos tempos. Programas de televisão, redes sociais e filmes têm dado cada vez mais espaço à discussão sobre a representatividade das mulheres em diversos segmentos sociais. Na manhã do último sábado (20), estudantes da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I da Escola e Brinquedoteca Casa Amarela, em Ilhéus, apresentaram o resultado do projeto “A vida em cores, formas e palavras”.

Nos últimos três meses, os pequenos conheceram exemplos de mulheres que se destacam nas artes, ciências e esportes no Brasil e no mundo.

De acordo com a diretora pedagógica da Casa Amarela, Sara Lemos, o objetivo do projeto foi mostrar aos estudantes que as mulheres podem e devem ocupar espaços de destaque na sociedade. “Nossa intenção foi quebrar estereótipos sobre o papel feminino entre os meninos e meninas, ampliando os exemplos de representatividade feminina”, complementou.

As crianças tiveram contato com obras de poetisas e artistas plásticas, fazendo releituras de algumas obras, através de atividades de artesanato. Os estudantes do segundo ano leram poemas de Roseana Murray e puderam conversar diretamente com ela, que mora no Rio de Janeiro, através do WhatsApp. “Esse contato com uma escritora que trata de forma tão poética o universo infantil foi uma experiência incrível”, disse Sara Lemos.

Além de apresentar os produtos finais do projeto trimestral, a atividade de sábado contou com homenagens às mães da Escola e Brinquedoteca Casa Amarela. Além das apresentações artísticas dos pequenos, foi montada uma exposição fotográfica denominada “Olhar de Mãe” com imagens registradas pelas mães dos estudantes e outra com as obras feitas pelas crianças, inspiradas em artistas plásticas consagradas.


Comentários