Congresso debate terceirização e homenageia sindicalista

congresso_sindilimp_BA_12_03_2016
Carlos Henrique da SAEB aborda fiscalização dos contratos terceirizados do Estado.

Promovido pelo Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza da Bahia (Sindilimp), o IX Congresso dos Trabalhadores do Estado da Bahia que acontece entre 11 a 13 de março de 2016 em Salvador, aborda o tema “Temos que avançar: não a retirada de direitos”. O evento acontece no Centro de Treinamento de Lideres -CTL.

O encontro tem a participação de trabalhadores e dirigente sindicais de todo o Estado e de autodiades como o deputado federal Valmir Asunção(PT). No primeiro dia, 11/03, durante a abertura o coordenador do Sindilimp na região Sul e Extremo José Carlos, que atua na defesa da categoria a mais de 20 anos, foi homenageado. “DedicoCongresso_Sindilimp_ba_homenagem_ze_carlos_11_03_2016 grande parte da minha vida a luta para garantir mais direitos aos trabalhadores”, disse emocionado o dirigente, ao agradecer a placa recebida da coordenadora geral do Sindilimp BA, Angélica Rabelo.

Mesas de debate

Até o domingo, 13/03, o congresso discute temáticas especifica  como “O papel da administração pública nos contratos de empresa de limpeza urbana”, “O papel do Estado na fiscalização dos contratos públicos de terceirização, modelo da Lei ante calote do Estado e a Lei da licitação”, além do tema “Ações do MPT no combate as irregularidades no ambiente de trabalho e as consequências e dano moral”.

Estão listados para palestrar durante o Congresso o Vereador de Salvador Luiz Carlos Suica(PT); Dr. Clea Costa da Procuradoria Geral do Estado; Carlos Henrique coordenador de processos licitatórios de serviços terceirizados da SAEB; Dr. Anna Calfa, advogada do Sindilimp, Dr. Eduardo Feijó, Dr. Piter, dentre outros facilitadores.

Os terceirizados da educação do Sul da Bahia do município  Ilhéus, presente no Congresso, cobraram durante a mesa que debateu o tema da fiscalização dos contratos dos terceirizados, mais empenho  e atenção do Estado sobre os constantes atrasos de pagamento  e   direitos trabalhista. O gestor da SAEB Carlos Henrique, se comprometeu  em ouvir  mais as reivindicações dos trabalhadores e  do Sindicato.


Comentários