Programa Cidades Sustentáveis começa a ser apresentado nos municípios do Sul da Bahia

Cida_sustentaveis_santaluziaA poucos meses das eleições municipais, o Instituto Nossa Ilhéus (INI) inicia a apresentação do Programa Cidades Sustentáveis (PCS) nos 26 municípios do Território Litoral Sul.

Começou hoje,27, em Santa Luzia, e deve ir até sexta, 29 a apresentação da proposta aos pré-candidatos ao legislativo e ao executivo de Camacã, Pau Brasil, São José da Vitória, Mascote, Canavieiras, Ubaitaba, Aurelino Leal, Jussari, Buerarema, Una, Itaju do Colônia, Uruçuca, Itacaré, Maraú e Ilhéus serem apresentados à agenda para a sustentabilidade, que incorpora de maneira integrada as dimensões social, ambiental, econômica, política e cultural, abordando as diferentes áreas da gestão pública em 12 eixos temáticos.

Os encontros visam promover o entendimento sobre como funciona o Programa, para que os futuros gestores e legisladores o adaptem à realidade de seu município e pautem suas gestões na melhoria dos indicadores. Os encontros também são abertos à participação da sociedade civil.

Cida_Sustentavel_publico-SluziaO lançamento nessas cidades contará com a presença e explanação do assessor do PCS e membro da Direção Institucional da Escola de Governo de São Paulo, Américo Sampaio. Na ocasião, ele também abordará temas como transparência, controle social e o papel da sociedade civil no monitoramento da gestão pública.

Outro objetivo do PCS é difundir a ideia de que uma gestão moderna e democrática deve combinar as diretrizes político-partidárias do governante com mecanismos de atuação direta da sociedade nas decisões administrativas, respeitando a diversidade e construindo instrumentos que fomentem a igualdade em diferentes níveis.

Nos encontros, a Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia (AMURC) apresentará o trabalho do Comitê de Produtores de Água, mostrando a necessidade de articular parceiros para a solução da crise hídrica no sul da Bahia. A apresentação do PCS conta ainda com o apoio do Instituto Arapyaú e a parceira do Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica e do Tabôa – Fortalecimento Comunitário.

Veja a programação e leia mais aqui no INI


Comentários